Superbactéria faz anvisa agilizar medidas para controlar vendas de antibióticos nas farmácias

A venda de antibióticos nas farmácias sem regras claras é um dos principais motivos do surgimento de bactérias mais resistentes aos medicamentos usados atualmente, mas não é o único. A KPC, sigla que denomina a enzima que torna a bactéria Klebsiella resistente à maioria dos medicamentos está fazendo muitas vítimas, estes acontecimentos aceleraram o processo de controle da venda de antibióticos nas farmácias do país, tentando evitar o surgimento de outras superbactérias resistentes a antibióticos.

Nesta terça a agência de vigilância publicou medida para que todos os serviços de saúde brasileiros (como hospitais, clínicas e consultórios) tenham preparação alcoólica para a fricção antisséptica das mãos dos profissionais de saúde que lidam com o paciente, o prazo para instituições de saúde se adequarem é de 60 dias. A bactéria foi identificada em 16 hospitais, nove públicos e sete privados, até este dia.

A Anvisa deve  estar concluindo uma nova regulamentação a partir da qual o acesso ao antibiótico nas farmácias só vai poder se dar através de receita médica em duas vias, timbres normais, como as receitas que já estão em circulação, com data de vencimento de dez dias, depois disso o paciente deve trocar a receita com seu médico. Por enquanto estas são algumas medidas que deverão estar presente no documento regulatório.

Farmácias devem começar a se preparar para cumprir a medida que brevemente será publicada, pode ocorrer uma certa dificuldade para atender as exigências tanto do ponto de vista financeiro como operacional, mas nada que possa inviabilizar as ações no sentido de reduzir o uso inadequado dos antibióticos.

É necessário uma ação em conjunto, não apenas o estabelecimento farmacêutico, também espera-se que médicos, órgãos de vigilância, gestores de saúde, farmacêuticos, proprietários de farmácia, CCIH, equipes hospitalares e a população, possam colaborar, só assim as medidas que estão sendo implementadas podem surtir o efeito desejado.

Sobre higienização das mãos fique sabendo no hotSite da Anvisa, informações técnicas, equipamentos, insumos, referências bibliográficas e demais detalhes referentes a higienização.

Este texto foi útil? ⭐⭐⭐⭐⭐

Avaliação média: 4.7
Total de Votos: 59

Superbactéria faz anvisa agilizar medidas para controlar vendas de antibióticos nas farmácias
Compartilhe este texto

Sobre o autor

avatar
roberto
Visitante
roberto

Rio, 11.12.2010
ANVISA FAZ A PRIMEIRA VITIMA EM SÃO PAULO:
Mãe precavida, evita a automedicação e leva sua filhinha de 12 anos
a hospital em São Paulo e médico prescreve SORO e mata os virus, as
bactérias e a própria menina com VASELINA na veia.
O que dizer para a mãe agora, senhores da ANVISA ?
– Perdeu mãe! Perdeu !!!

roberto
Visitante
roberto

É necessário acabar com êsse comércio ridículo de venda de receitas médicas em consultórios particulares.
Saúde é obrigação do Estado. Toda a população deveria ter acesso grátis aos médicos e aos medicamentos.
Enquanto isso não acontece a ANVISA deveria orientar a população a respeito do uso correto dos antibióticos.
Responsáveis deveriam responder criminalmente caso haja perdas de vidas com a medida.
Excesso de funcionários lotados na ANVISA deveriam ser melhor aproveitados para atendimento nos hospitais, campanhas de vacinação,
auxiliar em pesquisas úteis, dirigir ambulâncias e etc.