Todo jovem tem direito a ter uma pele livre de acne, para tanto, é necessário saber que não existe um tratamento único ou perfeito, as melhores formas e mais conhecidas de tratar acne, espinhas ou borbulhas, busquei reuni neste texto, acrescentando também recomendações e experiências de pessoas que já passaram por este problema e conseguiram superar.

A acne é mais comum na adolescência e afeta mais de 85% dos adolescentes. As formas de tratamento variam muito, algumas delas pouco resolvem, outras são boas soluções. A acne vulgar ou juvenil é uma das mais freqüentes. Acne é causada pelo bloqueio do folículo piloso e das glândulas sebáceas que o envolvem. Normalmente é designada como espinhas, cravos – e na terminologia da classe médica como comedões (preto), pápulas inflamatórias, pústulas, nódulos ou cistos e ainda acne ou borbulhas em Portugal.

A face, região anterior e posterior do tórax são as áreas mais afetadas do corpo. A obstrução do folículo piloso pode ser decorrente de aumento da secreção da glândula sebácea; atividade inflamatória (que pode ser devido a algum dos outros fatores citados); e ainda por ação de bactérias como Propionibacterium acnes.

Conforme Forbes e Jeckson, em seu livro sobre clínica médica, ou este clínica médica, as cicatrizes subseqüentes a acne pode ser profundas ou hipertróficas, mas o tratamento pode impedir a formação de cicatriz. Muito cuidado se for tirar as espinhas.

Outras considerações e cuidados

Os aspectos mais difíceis relacionados ao tratamento de acne:

E necessário que o adolescente tenha paciência durante os tratamentos, geralmente querem uma solução rápida, um tratamento urgente da acne, sabemos que isso não existe.

Certos tratamentos acabam piorando se não for observado o tipo de pele, área afetada e medicação usada.

O que foi uma maravilha, um tratamento bom para um, pode não ser para outro.

Pesquisa recente comprovou que pacientes fumantes desenvolvem mais espinhas, inclusive um tipo diferente, não inflamatória, o evento ocorre devido a um maior entupimento dos poros.

Uma consideração importante dispensar atenção especial para bons cuidados com a pele. Estas recomendações estão relacionadas a tentativa de reduzir a oleosidade da pele:

  • Evite espremer ou apertar as lesões;
  • Lave o rosto levemente com água morna, tente manter as mãos e os cabelos sempre longe das áreas oleosas;
  • Evitar produtos para uso nos cabelos e na pele que sejam da classe dos oleosos;
  • Evite bronzeamentos longos e produtos de auto-bronzeamento.
  • De acordo com a gravidade, um dos produtos indicados abaixo pode ser usados.

O tratamento de acne

O tratamento de acne é baseado na gravidade.

Acne Leve

Para casos de acne, espinhas, que surgem esporadicamente em regiões localizadas do corpo, poderão ser tratada mais facilmente com os produtos de uso tópico, sem necessidade de tomar medicação. Um dos mais indicados, é o peróxido de benzoila, aplicada no local 2 vezes ao dia, em loção ou gel de 2,5% a 5%, aumentando depois da quinta semana, se não obtiver resultados, para concentração de 10%. Quando era mais jovem, eu também tive problemas com as espinhas, e obtive um bom resultado com este medicamento.

O Acido salicílico também é usado e os retinóides em baixas concentrações, tendo sempre o cuidado de passar a noite e fazer uso de protetor solar durante o dia (evite protetores oleosos). Poderíamos incluir aqui opções de tratamentos naturais, alguns indicados pelo Danilo, comer cebola e máscara com argila, que ele usou e obteve resultado. E a Minâncora, indicada pela Renata Ruiz do nossa via.

A Renata Velloso faz uso da tretinoína tópica – Vitanol A, cita ainda o tazaroteno e adapaleno, relatando preços de alguns destes medicamentos para acne, um bom material para leitura.

Acne moderada

Acnes moderadas atingem uma área maior do rosto ou outra região, sendo necessário nestes casos o uso de uma terapia tópica com adição de um antibiótico de uso oral, pode ser útil, que deve ser adaptado a cada paciente. Acompanhamento por médico dermatologista.

Acne grave

Nestes casos a região atingida é maior, além de processo inflamatório com pústulas e cistos profundos podendo evoluir para cicatrizes. Requer acompanhamento minucioso por um médico dermatologista, certamente terá que fazer uso de retinóides orais – isotretinoína (vitamina A), combinados com alguma das terapias já citadas. Este tratamento é usado em muitos casos, podendo acabar com a acne em 5 meses, dependendo de cada caso, mas os cuidados devem ser seguidos rigorosamente, evitando uso em gestantes, além de ser necessário acompanhamento com exames para avaliação hepática (fígado), TGO, TGP, e outros como colesterol.

Alimentos que podem aumentar a oleosidade e surgimento de espinhas
Frituras em geral, manteiga em excesso, salgadinhos, doces e chocolates, colas, alimentos do mar e álcool. Deixando claro que estes produtos quando usados em quantidades moderadas, não vão causar acne.

Definições e tratamentos são, no entanto, controversos, e outros fatores contribuem para o surgimento de espinhas, como estresse, alterações hormonais, exposição ocupacional e medicamentos.

Em todos os casos o ideal e aconselhável, é sempre consultar um dermatologista para avaliar todos os pontos envolvidos em cada caso, fazendo uma avaliação clínica, solicitando exames, iniciando, mudando ou encerrando o tratamento quando for necessário.

Se você já teve experiências com tratamentos para acne, poderia nos contar com qual produto e como foi o resultado, usando o formulário de contato, logo abaixo.