Conversando com a nutricionista do hospital que eu trabalho, falávamos sobre ácido úricotriglicérides elevado, a melhor dieta, fui pedir a ela uma cartilha sobre produtos de soja de um curso ministrado pela equipe do serviço de nutrição e dietética do hospital na última SIPAT- Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho e qualidade de vida, mas o tema que ganhou destaque durante a conversa, motivo deste texto, foi o prejuízo que uma informação errada passada ao paciente pode causar.

A nutricionista Joana falava sobre a dificuldade de orientar pacientes com ácido úrico alto, devido a informações que ele já tinha recebido de familiares, amigos e até mesmo de alguns médicos, que solicitam ao paciente portador desta patologia para não fazer uso na sua dieta de produtos ácidos, como limão e outros, falava que é um erro, pelo contrário, pessoas que possuem ácido úrico alto devem ingerir produtos ricos em ácidos.

O limão, por exemplo,” neutraliza o ácido úrico, um dos principais causadores de artrite, reumatismo, gota e artrose”, e outros defensores do limão contra o ácido úrico.

Reorientar um paciente que tenha recebido uma informação contrária a que ela vai passar é sempre um problema, a adesão ao tratamento fica prejudicada, somente passa a ser aceita depois de muita conversa com este paciente.

A nutricionista destaca ainda que a principal ação que uma pessoa com este tipo de patologia, ácido úrico acima do normal, além de ter que evitar cerveja, sobre isso já escrevi aqui no blog, seria evitar ingestão de alimentos com alto teor de proteínas, como carnes, evitando também enlatados, embutidos (salames, mortadela, salsicha, presunto), ketchup, chocolates, sardinha, extrato, caldo de carne e de galinha em tabletes, vísceras (moela, fígado, coração, rim), churrascos, frituras, carnes gordas, manteiga, sopas com carnes, carne de porco, patês, bebidas alcoólicas e alimentos defumados.

A dieta para hiperuricemia e gota estabelece uma ingestão baixa de carnes, dando preferência para carnes brancas de aves e peixes, exceção perdiz e pato. Lembrando que a ingestão de bastante água é importante

Consulte sempre um nutricionista para  acompanhar o tratamento desta e de outras patologias, os benefícios para a recuperação de sua saúde são evidentes.

Até mais.