Hoje minha esposa foi na primeira consulta como o ginecologista depois que fiz o teste de gravidez dela e descobrimos que está gestante, confirmado hoje pelo médico que vai acompanhar o seu pré-natal com um ultra-som e demais observações. Como ela tinha feito os exames que geralmente são solicitados no início do pré-natal, logo que decidimos ter um filho, um ou dois meses antes, assim não foi necessário repetir estes exames, pelo mesmo neste momento.

O Ultra-som nas consultas de pré-natal

ultrasonografia-1O ultra-som realizado mostrou um pequeno ponto com menos de 1 centímetro, terceira semana gestacional, lindo.

Eu não pude acompanhar a esposa durante esta consulta, estava de plantão no laboratório do hospital, e o atendimento foi feito em uma clínica.

A consulta foi muito bem realizada, várias perguntas foram feitas com o intuito de identificar algum problema, sem nenhuma intercorrência, verificação da pressão arterial, depois fez várias recomendações para serem seguidas nesta fase – Evitar alimentos muito calóricos, doces, chocolates, bebidas alcoólicas, nem pensar, cigarro tem que passar longe, não fazer grandes esforços, realizar caminhadas ou natação, evitar sapato alto e outras mais.

Abriu um cartão da gestante de acompanhamento de pré-natal, sobre ele vou falar futuramente em outro texto.

Uma outra recomendação importante para as gestantes ou mesmo aquelas que pretendem engravidar, o uso do ácido fólico.

O uso do ácido fólico na gravidez

O ácido fólico é encontrado em quase todos os alimentos, em quantidades pequenas em forma de poliglutamato, mas um problema que sempre acontece é que a maioria das refeições são cozidas, este procedimento, ou mesmo a fervura, inativa o ácido fólico. O ácido fólico é absorvido, principalmente no duodeno, armazenado no fígado, excretado pela urina. O ácido fólico, vitamina importante na multiplicação celular de todos os tecidos, indispensável na síntese do DNA.

O lactente está em constante crescimento e desenvolvimento, ficando mais vulnerável à falta do ácido fólico, afetando os tecidos que se renovam em maior velocidade. A vitamina, ácido fólico colabora para evitar problemas com o bebê, especialmente no cérebro e medula espinhal. Diminui a incidência de malformações do tubo neural. Os mais comuns são a anencefalia, mielomeningocelo e espinha bífida.
A espinha bífida, Uma das lesões congênitas mais comuns da medula espinhal é causada pelo fechamento incompleto da coluna vertebral.

Tenho intenção de continuar, esporadicamente durante a gestação apresentar algumas novidades, mudanças que ocorrem no organismo da mulher, alimentação para gestantes, nesta área vou solicitar colaboração de uma nutricionista que trabalha no mesmo hospital que eu, além de medicamentos que devem ser evitados durante a gravidez.

Até mais.