Como fazer a coleta para o exame urocultura com TSA, ATB para obter um resultado correto

O exame urocultura com antibiograma é útil em casos de dor ao urinar, para diagnosticar cistites e geralmente é solicitado como urocultura com TSA ou ATB, o resultado pode ser negativo quando não houver crescimento de colônias bacterianas, em caso positivo informa qual a bactéria ou fungo presente na urina, E. coli, por exemplo, resultados positivos trazem também se a bactéria é resistente ou sensível a diversos antibióticos. Vamos ver mais detalhes sobre o teste.

Um exame importante para diagnosticar infecções urinárias, mais específico que o exame de urina de rotina EAS, ou urina I, a Urocultura identifica a bactéria que está causando a infecção, além de esclarecer o patógeno causador, pode oferecer também uma indicação de qual o antibiótico deverá ser usado por esta pessoa. Informa qual antibiótico mata a bactéria encontrada no material (S – Sensível) e qual antibiótico não mata a bactéria em questão (R- Resistente).

O exame urocultura favorece um tratamento mais preciso, pois vai direto ao ponto, direto na bactéria ou fungo e no antibiótico que deve ser usado, ou seja, o resultado informa qual bactéria ou fungo está presente no sistema urinário desta pessoa, qual o medicamento melhor indicado, conseguimos desta forma, reduzir custos com medicação, pois toma o remédio correto para o caso.

Quando a pessoa toma um antibiótico sem saber ao certo qual a bactéria está presente na urina, pode ser que nem tenha bactérias, ou ter uma infecção, mas este antibiótico que foi usado não vai conseguir eliminar estas colônias de bactérias.

O lugar onde a bactéria está se proliferando e causando esta infecção urinária pode ser no trato urinário inferior, a conhecida cistite, mas pode estar presente no trato urinário inferior e superior, neste caso conhecida como pielonefrite.

Quando o exame de urina EAS apresentar um resultado de mais de 9 leucócitos P/C por campo, neste caso é uma urina anormal, e poderá ter bactérias causando este aumento de leucócitos, células de defesa do organismo, este é um dos indicativos para fazer uma urocultura. Nas gestantes as infecções urinárias ocorrem com maior frequência, por isso devem estar sempre atentas a este problema.

A coloração de gram também oferece indícios de que o problema possa ser uma infecção urinária. Se o seu resultado de exame conhecido como gram de urina der positivo, exame feito em uma lâmina com uma gota do sedimento de urina, depois realiza a coloração e leva ao microscópio, podemos identificar bactérias gram positivas ou gram negativas, mas ainda não podemos dizer qual é a bactéria, especificamente.

Finalmente partimos para o exame específico, buscando saber qual patógeno causador da infecção de urina, ou pelo menos eliminar uma suspeita ao obter um resultado negativo, sem crescimento bacteriano.

Realizando o exame urocultura

Procure um laboratório de sua confiança para fazer seu exame de urocultura, informe ao pessoal do atendimento todos os dados corretamente, idade, sexo, hora da coleta da urina, tipo de frasco usado para coleta, como foi armazenado (acondicionado) a urina até chegar ao laboratório (quando coletado em casa), informe também a existência de outras doença do sistema urinário e principalmente se está tomando algum tipo de medicamento, antibiótico, por exemplo. Estes procedimentos são importantes, com eles o laboratório pode liberar um resultado com qualidade e segurança.

Recomendações para colher a urina para realizar o exame urocultura

As recomendações para coleta do exame de urocultura devem ser seguidas rigorosamente para evitar erros no resultado do teste laboratorial. Veja quais são:

  • Não usar pomadas no dia anterior a coleta da urina
  • Coletar a primeira urina da manhã respeitando um intervalo de no mínimo 4 horas após o último xixi durante a noite
  • Usar coletor de boca larga oferecido pelo laboratório, que só deve ser aberto exatamente no momento da coleta

Para homem

  • Lave as mãos muito bem com água e sabonete
  • Depois o pênis também deve ser lavado com água e sabonete, distendendo todo o prepúcio
  • Use bastante água para enxaguar e seque com uma toalha limpa.

Para mulheres

  • Lave as mãos muito bem com água e sabonete
  • Sentar afastando as pernas o máximo possível. Afastar os grandes lábios com uma das mãos para fazer uma limpeza nesta região
  • Lave a região genital e anal, usando água e sabonete, da parte frontal para a parte de trás
  • Use bastante água para enxaguar e seque com uma toalha limpa no mesmo sentido da lavação da parte frontal para a parte de trás.
  • Atenção: Em caso de menstruação, o sangue pode levar a resultado incorreto.

Para Crianças

  • Colher sempre no laboratório, usando saco coletor estéril, se bebê, trocando a cada 30 min. se não conseguir fazer xixi.

Colhendo a urina

  • Colher a urina (xixi) fazendo um pouco no vaso sanitário e sem parar de fazer o xixi coloque rapidamente o fraco de boca larga para aparar a urina (sem tocar no órgão genital). Colher 10 a 15 ml de urina.
  • Leve a urina para o laboratório imediatamente. A urina deve chegar ao laboratório no máximo em 2 horas. De preferência a urina deve ser coletada no próprio laboratório.

Resultado do exame urocultura

Geralmente depois de 3 a 5 dias o laboratório libera o laudo. Podemos encontrar resultados desta forma – Urocultura Negativa ou inferior a 10.000 colônias/ml, urocultura positiva ou superior a 10.000 colônias/ml, outros laboratórios relatam que não houve crescimento bacteriano. Todos estes casos devem ser analisados pelo seu médico que solicitou o exame, ele irá analisar presença de leucócitos, sintomas clínicos e demais observações para chegar a um diagnóstico final e prescrever um medicamento para este problema.


Escreve sobre exames laboratoriais, testes de farmácia e tecnologia em saúde. Compartilha neste site que fundou em 2006 experiência de um laboratório dentro de hospital.

  • Ministério da Saúde

    Olá!

    Você sabia que a Doença Falciforme é uma doença hereditária e que foi diagnosticada pela primeira vez há 100 anos? A anemia crônica e crises dolorosas em ossos, músculos e articulações podem ser um sinal da existência dessa doença, diagnosticada pelo Teste do Pezinho ou por exames de sangue. A descoberta do diagnóstico da Doença Falciforme começou há um século. A sua pode começar agora. Saiba mais em: http://bit.ly/9CJMlV

    Para mais informações:
    comunicacao@saude.gov.br
    http://www.formspring.me/minsaude

  • Pingback: DULCE C. DE OLIVEIRA

  • Lenira

    Amei, me esclareceu muitas dúvidas. Agora poso conversar com o médico de minha filhinha com mais segurança. bjs.

  • Mar

    olá, meu médico solicitou dois exames, EAS e urinocultura, minha dúvida é na forma que devo coletar. Tem que ser em potes separados? o mesmo pote serve para os dois exames? to bem confusa, não sei se tenho que levar dois potes, ou um apenas.

    • http://www.plugbr.net/ Silvano Vilela

      Depende de cada laboratório geralmente aceitam um pote coletado em frasco estéril, primeira urina da manhã, mas é o ideal é ligar no laboratório para se informar sobre os procedimentos internos. Abraço.