Resultados de exames creatinoquinase CK Total e CK MB alterados em pessoas que praticam exercícios físicos

Realizei alguns exames, entre eles os testes de creatinoquinase Ck total e CK MB, e para minha surpresa o meu resultado de CK Total deu extremamente alterado, próximo de 2.000, e CK MB também pouco alterado, porém lembrei da corrida. Esta atividade física influencia na capacidade metabólica das células musculares e quando extrapola, o resultado é liberação da enzima CK na corrente sanguínea. Entenda neste texto como ocorre este processo, quais os fatores envolvidos e exercícios que podem levar a maiores aumentos.

Se você também obteve resultados de CK – CK Total alterados e até mesmo pequeno aumento de CK MB, e está com receio de ser um infarto, precisa investigar, mas se não existe sintomas e outros testes não indicam, pode ser sua atividade física que está causando o aumento. Vamos analisar tudo sobre este caso para você entender.

Resultados alterados – Aumento de creatinoquinase

A concentração no sangue de creatinoquinase​ é influenciada efetivamente pelo sexo, idade, raça, massa muscular e atividade física.

Creatinoquinase normalmente é mais elevada nos homens que nas mulheres. Além disso, a raça negra carrega níveis maiores que pessoas da raça branca.

Adultos possuem CK levemente mais alto que jovens e reduz em idosos.

Durante traumas musculares, intervenções cirúrgicas, ocorre aumentos de CK. Também é observado aumentos de CK em pacientes com hipotireoidismo.

Outro caso que ocorre aumento de CK é em traumas musculares. E, como relatamos anteriormente, também aumentos dos níveis são observados em exercícios físicos.

Outros casos onde podemos ver aumentos dos níveis séricos de CK é na polimiosite, na dermatomiosite, e miocardite.

Por fim, podemos identificar aumentos de CK em distrofia muscular, intoxicação por cocaína, e no infarto agudo do miocárdio.

Em algumas situações podemos ter grandes aumentos de CK. Grandes aumentos de CK podem ser vistos depois de crises convulsivas.

Resultados alterados – Valores baixos de CK

Níveis baixos de CK podem ser observados em fases iniciais da gestação, em paciente internados que ficam muito tempo deitados.

Pessoas com vida sedentária também possuem CK baixo e também ocorre valores baixos em perdas de massa muscular.

A creatinoquinase M e B

A creatinoquinase​ pode ser encontrada como um dímero composto por uma da possíveis combinações entre dois monômeros o M e também o B. Destas possíveis combinações podemos ter isoenzimas BB, MB e MM.

No caso a CK dos músculos esqueléticos é quase exclusivamente da fração MM, por volta de 97 a 99%, e o pouco que sobra é fração MB.

A CK que se concentra no tecido miocárdio é constituída por fração MM por volta de 75 a 80%, entretanto tendo uma porção maior de fração MB, 15 a 20%.

E CK cerebral que normalmente e de fração BB. No soro normal, a CK total é composta essencialmente por fração MM.

Níveis aumentados de CK total depois de atividades físicas

Creatinoquinase alto naquelas pessoas normais tem origem, essencialmente, do tecido muscular esquelético, proveniente da fração MM.

Atividades físicas prolongadas elevam os níveis de creatinoquinase​. Entretanto, alguns fatores vão definir a quantidade que irá aumentar.

Vai depender essencialmente da intensidade do exercício, se você faz atividades que desgastam muito o organismo, consequentemente terá maiores aumentos.

Depende do tipo de atividade, musculação, corridas desgastantes vão levar a resultados mais altos que atividades leves.

Devemos considerar também, para avaliar estes aumentos, além da intensidade a duração da atividade física.

O condicionamento físico também vai definir os níveis de aumentos. Pessoas acostumadas e com treinamentos diários sofrem menores aumentos de CK total no sangue.

Outros fatores a serem considerados são a raça e o sexo.

Como funciona o processo que leva ao aumento de CK em exercícios

Exatamente o que ocorre nestes eventos onde observamos aumentos no CK após exercícios, não está absolutamente claro. Entretanto, as possibilidades mais estuadas foram, depleção de glicogênio muscular, hipóxia tecidual, peroxidação lipídica e acúmulo de radicais livres.

Como relatamos acima sobre os fatores que aumentam CK, um deles é em casos de exercícios de alta intensidade. Entretanto vai depender substancialmente se a pessoa está com bom condicionamento físico.

Quando a capacidade física é boa, mesmo que seja uma carga forte de exercícios o metabolismo do tecido suprirá a necessidade e a alteração da permeabilidade da membrana celular será pequena.

Porém, quando a intensidade é forte e excede a condição metabólica normal, um desarranjo na permeabilidade da membrana celular ocorre e desta forma a enzima CK é liberada de dentro da célula para a corrente sanguínea.

Com esta liberação da enzima para o sangue, consequentemente os testes laboratoriais irão acusar este aumento e os níveis serão maiores no resultado.

Então, podemos concluir também que atividades físicas prolongadas como, maratonistas de longos percursos, triatletas, e demais provas extremas e desgastantes os níveis de CK após estas atividades teremos os maiores aumentos.

Nestes casos, poderemos ter concentrações sanguíneas extremamente elevadas superando 40 a 50 vezes o valor normal.

No meu caso, como eu pratico exercícios de corrida apenas em dias alternados e não tinha uma frequência diária de exercícios, consequentemente meus teste de CK total foram altos, meu condicionamento não estava tão bom quanto um outro atleta que fazia as mesmas atividades mas todos os dias e a mais tempo, este também podem ter CK total alterados, porém em níveis menores.

Bem como, se uma pessoa que nunca pratica atividade física um dia fizer o mesmo percurso que eu, terá nos seus resultados de exames de CK níveis ainda maiores que os meus.

Resultados alterados – CK MB também pode estar um pouco aumentado

A maior parte da Creatinoquinase que é liberada depois de realizar atividades físicas é da fração MM. Porém, a CK MB também pode estar elevada depois de exercícios de longa duração e desgastante.

Aumento dos níveis de CK MB podem ser de até 20% acima do valor normal. E neste caso que relatei, claro, não era uma isquemia cardíaca. Mas para confirmar isso, uma investigação médica foi realizada.

Realizei uma consulta com um médico cardiologista que fez uma avaliação clínica, e outros testes laboratoriais.

A CK MB nestes casos é proveniente de fibras musculares em regeneração. Iguais aos mioblastos fetais apresentam maior quantidade de CK MB do que células musculares maduras.

Quanto tempo depois dos exercícios CK aumenta e quando volta ao normal

Este é outro fator que será influenciado pelo nível de treinamento, intensidade, tipo e duração do exercício que foi realizado e que continuará realizando ao longo dos dias.

Alterações de níveis muito elevados serão detectadas mais precocemente. Aumentos de 2 a 3 vezes do normal podem ser vistos de 7 a 9 horas após a atividade física forte.

Elevações muito acentuadas podem ser vistas entre o segundo e o sétimo dia após a prática. Entretanto isso vai depender se as atividades continuaram nos dias seguintes.

Resumidamente, os níveis de CK começam a se elevar poucas horas após a atividade física, atingindo picos maiores depois de 1 a 4 dias e começam reduzir, dependendo de cada organismo, dentro de 3 a 9 dias.

Finalizando sobre aumentos de CK total em exercícios

Devemos ter em mente que exercícios levam a aumentos de CK total e CK MB, porém primeiro tem que excluir a possibilidade de infartos. Leve seus exames para o médico avaliar se não existe esta probabilidade.

Esclareça com avaliação de sintomas, realize outros testes laboratoriais, excluídas estas possibilidades, considere aumentos serem decorrentes de atividades físicas.

Este texto foi útil? ⭐⭐⭐⭐⭐
Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 27

Resultados de exames creatinoquinase CK Total e CK MB alterados em pessoas que praticam exercícios físicos
Compartilhe este texto
avatar