Mordida e picada de animais, procedimentos básicos, vacinas e soros aplicados e antibióticos usados

Em casos de mordidas e picadas de animais alguns procedimentos podem ser realizados pela pessoa ou por alguém próximo que possa ajudar no próprio local do acidente, além de medidas mais avançadas. Veja quais os procedimentos básicos, as vacinas e soros aplicados caso necessário e antibióticos usados preventivamente.

Tenha em mente que certos procedimentos são indicados para serem adotados apenas até buscar um tratamento mais especializado, no hospital ou centro de apoio e tratamento de mordida e picada de animais as medidas são mais avançadas.

Procedimentos básicos para mordida e picada

A primeira medida a ser tomada será limpeza e lavagem do local com água sabão neutro e se tiver salina pode ser usada também para realizar o procedimento.

Este recurso é muito importante até mesmo para evitar problemas relacionados a infecções bacterianas que podem ocorrer depois deste tipo de acidente.

Outra substância que pode ser usada se tiver disponível no local do acidente ou depois, no centro de saúde, é a clorexedine tópico ou polvidine iodado 1%.

Feito esta limpeza e lavação do local com bastante água e os outros materiais citados é o momento de conter a hemorragia.

Realizar a compressão do local para estancar a hemorragia.

Procedimentos médicos especializados

A partir deste momento provavelmente o paciente já deverá estar sendo atendido em um centro de tratamento, clínica ou hospital.

O médico irá avaliar se é necessário, verificando ferimentos e carteira de vacinação ou informação do paciente e familiares, o uso de vacinas contra raiva e tétano, imunoglobulinas e soros antirrábicos e antitetânicos.

Proceder irrigação e desbridamento se tecido estiver desvitalizado.

Avaliar se existe risco de ocorrer uma infecção naquele local afetado e se existe a necessidade de suturar – dar pontos.

Em casos que o local afetado seja face, tronco, braços e pernas, além da cabeça, sempre é indicado proceder a sutura do local.

Quando ocorrer comprometimento maior da região da cabeça e pescoço ou ferimento que rasga, despedaça ou dilacera.

Nestes casos pode ser necessário realizar cirurgia, e assim o procedimento pode requerer encaminhamento ao centro cirúrgico.

vacina antirrábica

Procedimentos imunoterápicos

Para facilitar veja o texto sobre vacinas e soros – Qual a diferença entre eles e quais suas funções no processo imunológico.

A vacina dupla (dT), composta pelo toxóide tetânico e pelo diftérico, é tão segura e eficaz quanto a vacina antitetânica isolada ATT, é indicada em ferimentos profundos ou contaminados e que tenha imunização em período superior a 5 anos.

Dose será de 0,5 ml no músculo deltoide.

Imunoglobulina antitetânica – Em casos que esteja indicada a profilaxia do tétano, em acidentes graves em pacientes com condição vacinal desconhecida. Dose de 250U intramuscular.

Soro heterólogo antirrábico – Em casos que requeiram seu uso, sendo que a dose será 40 U por quilo de peso, sendo uma dose máxima de 3 frascos (15ml).

Portanto, cada frasco de soro tem 3000 U em 5 ml. É preciso sempre saber quantos quilos o paciente pesa para saber a dose de SHA.

E vacina antirrábica – Irá tomar uma dose de 0,5 a 1,0 ml subcutânea ou intramuscular, sendo que dependendo das circunstância da exposição poderá ter que fazer mais doses da vacina.

Novas doses podem ser necessário no 3 dia, com 7 dias e 14 dias.

Deve ser considerado também a necessidade do uso da imunoglobulina antirrábica.

Quando pode ser necessário tomar medicamentos antibióticos preventivamente

Em alguns casos o médico poderá optar por administrar medicamentos do tipo antibióticos para prevenir uma possível infecção bacteriana.

Em casos de ter ocorrido feridas de grau moderado a grave tendo afetado o tecido da região.

Pode ser necessário uso de antibiótico caso as feridas provocadas pelo acidente tenham afetado áreas venosas ou linfáticas.

Feridas nas mão, face ou genitais ou próximo a locais como articulação e ossos, como mãos e próteses articulares.

Caso tenha ocorrido feridas profundas, especialmente aquelas causadas por gatos, o médico poderá indicar antibióticos.

Pessoas que estejam imunocomprometidos, outras doenças debilitantes, será indicado uso de antibióticos.

Em casos de feridas que necessitou realizar pontos ou suturas, será indicado uso de antibioticoterapia.

Caso seja necessário utilizar antibióticos qual usar

Normalmente para mordedura de cão e gato o antibiótico de primeira opção será a amoxicilina + clavulanato.

E como medicação sintomática caso tenha febre ou dor será a dipirona sódica.

Este texto foi útil? ⭐⭐⭐⭐⭐
Avaliação média: 4.67
Total de Votos: 9

Mordida e picada de animais, procedimentos básicos, vacinas e soros aplicados e antibióticos usados
Compartilhe este texto
avatar
  Subscribe  
Avisar para