Ivermectina, como devo usar, ação e efeitos colaterais de medicamentos como ivermec e revectina

Ivermectina é um antiparasitário, que está indicado para o tratamento de estrongiloidíase intestinal, ascaridíase, filariose e outros. Veja como age o medicamento, como devo usar e quais efeitos colaterais de remédios como ivermec e revectina.

A ivermectina é um fármaco vermífugo e antiparasitário de amplo espectro, normalmente usada no combate a verminoses. Você pode encontrar nas farmácias sob a forma de comprimidos com o nomes de ivermec, revectina, levercitin, e outros.

Como ivermectina age no organismo

Depois de ingerido, o fármaco ivermectina age basicamente buscando imobilizar os vermes.

Ocorre uma imobilização levando a uma paralisia tônica da musculatura dos vermes.

A paralisia é mediada pela potencialização e/ou ativação direta dos canais de CL- sensíveis ás avermectinas, controlados pelo glutamato.

Esses canais estão presentes somente nos nervos e células musculares dos invertebrados.

Quando são potencializados levam a um aumento da permeabilidade da membrana celular aos íons cloreto.

Também ocorre hiperpolarização dos nervos ou células musculares, levando consequentemente a paralisia e morte do verme.

Para que é usado ivermectina

Este medicamento é usado para, estrongiloidíase intestinal, infecções causadas por Strongyloides stercoralis.

Filariose, em infecções causadas por Wuchereia bancrofi.

Ascaridíase, causada pelo Ascaris lumbricoides.

Escabiose, ou sarna, em infecções causadas por ácaro Sarcoptes scabiei.

Pediculose, ou piolho, causada pelo Pediculus humanus capitis.

Nomes comerciais vendidos nas farmácias

Revectina, leverctin, iverneo, vermectil, ivermec e plurimec.

Veja também sobre o medicamento antiprotozoários, antihelmíntico e rotavírus Annita.

Como usar o medicamento ivermectina

Os comprimidos de ivermectina devem ser ingeridos com água.

Para estrongiloidíase, filariose, ascaridíase, escabiose e pediculose:

A dosagem recomendada de ivermectina para o tratamento destas afecções numa única dose.

Aproximadamente 200 mcg de invermectina por Kg de peso corporal.

Tabela para orientação sobre dose

Para pessoas de 15 a 24 Kg, deve tomar meio (1/2) comprimido de dose única.

Para pessoas de 25 a 35 Kg, deve tomar 1 comprimido de dose única.

Para pessoas de 36 a 50 Kg, deve tomar 1 comprimido e meio (1/2) de dose única.

Para pessoas de 51 a 65 Kg, deve tomar 2 comprimido de dose única.

Para pessoas de 66 a 79 Kg, deve tomar 2 comprimidos e meio (1/2) de dose única.

Para aqueles com mais de 80 Kg tomar 200 mcg/kg.

A dosagem recomendada deste fármaco para o tratamento da oncocercose é uma dose oral única.

Esta dose visa fornecer aproximadamente 150mcg de ivermectina por quilo de peso corporal.

1mg = 1000mcg.

Normalmente não é necessário outra dose.

Reações adversas decorrentes do uso de ivermectina

Em geral são de natureza transitória, podendo ocorrer diarreia, náuseas, dor abdominal, anorexia, constipação e vômitos.

Pode ocorrer reações na pele, como, urticária, prurido e erupções.

Além de, Tontura, sonolência, vertigem e tremor, também podem ocorrer.

Advertências

Ivermectina não é indicada para mulheres grávidas ou que estejam amamentando, para crianças com menos de 15 Kg ou com menos de 5 anos.

Também não é indicada para pacientes com meningite ou com outras afecções do Sistema Nervoso Central.

Pacientes com alergia à ivermectina ou a algum dos componentes da fórmula também não devem usar.

Devem ser feitos exames de fezes para acompanhar o tratamento no caso de estrongiloidíase, e avaliações clínicas.

Além da utilização em humanos ivermectina também é usado na medicina veterinária, como antihelmíntico para cães.

Este texto foi útil? ⭐⭐⭐⭐⭐
Avaliação média: 4.7
Total de Votos: 66

Ivermectina, como devo usar, ação e efeitos colaterais de medicamentos como ivermec e revectina
Compartilhe este texto

Sobre o autor

avatar