Imunoglobulina humana na síndrome de Guillain-Barré e o processo de solicitação do medicamento

A Síndrome de Guillain-Barré, se caracteriza por uma inflamação aguda e apresentando perda da mielina dos nervos periféricos, algumas vezes de raízes nervosas proximais e de nervos cranianos, uma doença de característica auto-imune. Os sintomas clínicos podem evoluir gravemente com comprometimento da musculatura respiratória e parada respiratória. Veja também alguns dos procedimentos necessários para solicitar o medicamento imunoglobulina humana junto ao SUS.

A imunoglobulina humana intravenosa é preparada a partir de plasma humano, e é pasteurizado para reduzir o risco de infecções virais. Para reduzir o risco de transmissão de agentes infecciosos, há uma rigorosa seleção de doadores, são realizados testes no pool de plasma e os procedimentos de inativação/remoção viral são validados no processo de produção.

Para que serve a Imunoglobulina Humana na síndrome de Guillain-Barré

IGH é o tratamento mais usado em diversos países por ser seguro, fácil administração, eficiente, ter menos efeitos adversos.

A imunoglobulina humana IGH é usada no controle de desordens imunológicas, incluíndo a síndrome de Guillain-Barré.

Vários estudos indicam que a IGH é um tratamento que apresenta bons resultados em pacientes com a SGB.

É usada para promover uma imunização passiva, aumentando a concentração de anticorpos e o potencial de reação antígeno-anticorpo.

Procedimentos para conseguir a medicação pelo SUS

A medicação tem um custo relativamente elevado, por isso é necessário que a equipe multidisciplinar que cuida do paciente com GB realize alguns procedimentos para conseguir liberação do fármaco.

Procedimento e documentação variam de um estado para outro, entretanto, basicamente funciona da seguinte forma:

Enviar laudo médico para solicitação de medicamentos preenchida e assinada por médico, especialista para a patologia em questão.

Receita Médica, contendo o nome do medicamento, sua apresentação, forma de administração, dosagem diária e data.

Cópia de Exames complementares mais recentes que comprovem a solicitação, ou seja, que confirmem o diagnóstico.

Entre os exames, especialmente resultado da análise do Líquor (líquido céfalo-raquidiano) além de outros testes complementares.

Cópia dos Documentos Pessoais do paciente: R.G. e Cartão do SUS.

Cópia dos documentos pessoais do responsável pelo recebimento do medicamento, caso o paciente esteja impossibilitado de fazê-lo.

Cópia do comprovante de residência (conta de água, luz ou telefone) em nome do paciente semelhante ao endereço anotado no Laudo Médico ou uma Declaração de Residência.

E outros que podem ser necessários no seu estado, verifique na secretaria de saúde do seu município.

A equipe de profissionais que cuidam do paciente nas instituições de saúde geralmente providenciam esta documentação.

Depois de montar este processo e enviar para o órgão responsável pela avaliação, se cumprir os requisitos necessários, o fármaco é liberado e enviado para uso do paciente.

Dosagem normalmente utilizada da IGH

Normalmente a dosagem recomendada de imunoglobulina será de 400 mg/Kg de peso corporal por dia, durante 5 dias.

Para um paciente com cerca de 70 Kg de peso corporal a velocidade de infusão será de 2 a 4 ml por minuto.

Foram relatados efeitos colaterais como náuseas, vômito, calafrios, febre, tontura, eritema e outros com o uso do produto.

Este texto foi útil? ⭐⭐⭐⭐⭐

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 56

Imunoglobulina humana na síndrome de Guillain-Barré e o processo de solicitação do medicamento
Compartilhe este texto

Sobre o autor

avatar
Carlos alberto da slva
Visitante
Carlos alberto da slva

Infelismente fui receitado com imunoglobulina 5 jt intavenoza, a qual foi negado por 3 vezes pela farmacia d.alto custo sempre alegando falta d.obs.no relatório medico. Entrei com pedido judicial mesmo assim foi negado; hoje. Estou vivendo com muitas dores e perda de movimento nos membros superiores e inferiores com muitas dores musculares. a 5 anos vivo tomando carbamazepina 200/ 2cp/8/8 hs. sei q.meu estômago não aguenta + sinto muitas reações estomacais q.rejeita ate mesmo alimentação mais leve. Por fim temos que viver sofrendo pois não tenho como comprar este medicamento, ficando sob. responsabilidade de nossos governantes que no caminho existem… Read more »