Médico usa Google glass em cirurgia, informa que foi a primeira vez mas é contestado

Reportagem do Olhar digital informa que o dr. Rafael Grossmann, realizou uma cirurgia em livestream usando o óculos do google o google Glass – filmou e transmitiu tudo via Hangouts. Existe sempre aquela preocupação de não violar a privacidade do paciente, neste caso o mesmo autorizou o procedimento com antecedência, mas nenhuma informação que pudesse identificá-lo foi mostrada.

O médico diz que escolheu um procedimento bem simples para observar se não teria problemas com o uso do gadget em paralelo com o ato cirúrgico.

“Sendo a primeira vez [que o Glass era usado dessa forma], eu queria fazer isso durante um procedimento simples e comumente realizado, para me certificar de que toda a minha atenção não seria desviada de cuidar muito bem do paciente” Comentou Dr. Rafael.

O vídeo que mostra o procedimento cirúrgico realizado pelo dr. Grossmann não pode ser mostrado pois está em modo privado.

O paciente envolvido precisava de um tubo de alimentação (gastrostomia) e optamos por colocá-lo por via endoscópica, com um procedimento chamado PEG gastrostomia endoscópica percutânea, diz Grossmann.

Mas depois o professor Pedro García Guillén do site Clinicacemtro  advertiu:

Nós não consideramos que seja uma conquista excepcional, uma vez que não era mais do que gravar e enviar imagens para o nosso servidor de streaming, algo que foi possível fazer por um tempo atrás facilmente com câmeras de pequeno porte.

O que foi considerado excelente, e, portanto, divulgados na mídia foi o que conseguimos realizar um procedimento cirúrgico complexo (implante de condrócitos), mantendo constante comunicação com médicos da equipe 5800 milhas de distância, que poderia seguir a cirurgia e observar o mesmo campo de visão cirurgião estava a ter, bem como aconselhar ou pedir-lhe, como ele operou o paciente.

O vídeo realizado por esta equipe pode ser visto aqui:

Sup.vide
E prossegue:

Consideramos que este é um grande feito, uma vez que pode abrir portas para aplicações de telemedicina: a não-experiente cirurgião sob circunstâncias extremas pode começar uma cirurgia e contatar diretamente um médico mais experiente milhares de quilômetros de distância, tomando cuidado de seu conselho, ou talvez consultar um atlas médico, gráficos ou imagens pertencentes ao paciente em seus próprios óculos quando você está operando, se você precisar deles.

E este fato foi comunicado ao dr. Grossmann por meio de uma carta aberta, informando claramente os fatos, assinada pelo professor Pedro García Guillén.

Quem foi o primeiro, você pode tirar sua conclusões, mas o que eu considero realmente importante é o grande número de benefícios que este gadget pode incorporar na medicina, isso sim é ótimo para os trabalhadores da saúde e para pacientes.

Muitos aplicativos devem já estão sendo desenvolvidos para o google glass, brevemente comentaremos sobre alguns deles por aqui.

 

Este texto foi útil? ⭐⭐⭐⭐⭐
Avaliação média: 4.53
Total de Votos: 51

Médico usa Google glass em cirurgia, informa que foi a primeira vez mas é contestado
Compartilhe este texto
avatar