As redes sociais tomaram conta da internet, se assim podemos dizer, mas a verdade é essa, chegamos no trabalho sempre tem alguém no Facebook, ou no antigo Orkut, no corredor do hospital ou na fila do supermercado sempre encontramos alguém twittando. Profissionais das mais variadas áreas utilizam o Linkedin com uma frequência impressionante. Mas tem uma nova onda, Pinterest, uma rede relativamente nova para alguns, principalmente para profissionais de saúde.

O termo Pinterest é proveniente da junção das palavras, em inglês, “pin” – alfinete e “interest” – interesse. Imagine um enorme quadro onde o usuário pode fixar com alfinetes, imagens interessantes próprias ou encontradas na internet.

Pinterest, como funciona

Com o Pinterest é possível a criação de vários quadros, os boards, sobre assuntos diferentes. Quando o usuário passa nas imagens ele pode, como no twitter, curtir, compartilhar  “repin”, ou deixar um comentário comportado. É possível também direcionar com um link para uma loja ou não, você diz que gosta de um produto mostra a imagem dele e linka para um site de venda. A Samegui também comentou sobre ele neste post.

O Avelã Bio citou o uso do Pinterest – No fator emotivo que vai junto com as fotos esteticamente agradáveis podem inspirar uma comunidade de pacientes com câncer por exemplo, crianças do Hospital Peyton Manning tem suas fotos expostas com o título “Conheça os heróis do Peyton”.

Seria interessante também mostrar produtos destinados para saúde, a imagem da marca do produto aparecendo em dispositivos mobile tabletssmartphones e celulares, demonstra a total mobilidade do produto para gestão de laboratório de análises clínicas, e assim como outro voltados para o segmento da saúde.

É um incentivo aos comunicadores sobre saúde para pensar visualmente, mas para quem está nesta área sabe que esta forma de transmitir a informação é básica, no hospital.

Por exemplo, tudo o que fazemos é “simplificar”, criar imagens, desenhos, figuras, para informar o paciente sobre rotinas, normas do hospital, rotas que o visitante deve seguir para chegar ao leito ou determinados setores do hospital, para advertir sobre os perigos da infecção hospitalar criamos monstrinhos representando as bactérias, a conhecida imagem da enfermeira pedindo silêncio é uma representação visual.

Pinterest na área da saúde

Portanto, o hospital tem como característica um caráter visual, seu passado e seu presente tem como base muitas das propostas trazidas por Pinterest, consequentemente as ações também devem ser favoráveis nesta rede social.

No contexto da saúde, o Pinterest permite-nos, por um lado, promover um negócio, uma clínica de fisioterapia, mostrando os equipamentos, uma farmácia.

Criando, por exemplo, painéis de anúncios com as ofertas e promoções, empresas que vendem equipamentos médico hospitalares e laboratoriais podem mostrar seus produtos e novidades.

Eu fiz um tabuleiro chamado “Faces da Depressão“. Uma maneira nova para testar uma abordagem específica da doença. Disse Amber, Blogger e mãe sobre Pinterest.

Brian Reid cita em seu blog 14 maneiras que Pinterest podem ser usados para fazer de todos nós mais saudáveis.

Entre elas encontramos o uso de fotos de alimentos para compor uma dieta, imagens para apoiar a amamentação.

Produtos recomendados para saúde, imagens do que devo levar quando vou para uma internação em um hospital.

De fato, o visual é especial e marcante em nossas vidas, por isso acredito que Pinterest seja algo a ser avaliado para sua próxima visita, e se você é da área da saúde.

O paciente pode estar debilitado e nem queira ler, apenas ver imagens interessantes, o que acha disso? As vertentes para usar a ferramenta Pinterest em benefício da saúde são numerosas, agora é com você.