Conhecida como pílula do dia seguinte, pílula de emergência, pílula do aborto, pílulas pós-coitais, tem seu uso banalizado, a dose até dez vezes maior que os anticoncepcionais, pode levar a alterações cromossômicas em gerações futuras.

No início era indicada apenas para prevenir a gravidez em casos de violência sexual e acidentes com o rompimento do preservativo, evitando-se assim gestações indesejadas.

O seu uso está basicamente fundamentado na tomada de um comprimido assim que conveniente (ideal em menos de 24 horas), mas não mais que 72 horas após o coito desprotegido. Já o segundo comprimido deve ser tomado 12 horas após a primeira dose e desta maneira sua eficácia situa-se em torno de 96 a 98%. Quanto mais tarde tomado menor será seu efeito.

Duas posições a respeito do caráter abortivo do medicamento, a primeira considera que uma das ações do fármaco é exercida após a fecundação, impedindo a implantação do óvulo, assim a pílula seria abortiva, a segunda não o considera como abortivo ao dizer que a principal ação do mesmo é a nível de impedir a fecundação do óvulo.

Independente de teorias e proposições, o maior problema é que seu uso não está sendo para os princípios aos quais foi produzido, passando a ser comprado e usado indiscriminadamente por jovens que o consideram um método anticoncepcional de uso rotineiro.
Sabemos que o objetivo do uso da pílula do dia seguinte não é este, e isso começa a trazer transtornos para a saúde das usuárias que tomam frequentemente o medicamento, causando desarranjos no sistema circulatório chegando a surgir em alguns casos trombose (um coágulo dentro do vaso sanguíneo impedindo o fluxo normal do sangue), irregularidades menstruais, além disso, pode ocorrer surgimento de acnes, náuseas, dores nas mamas, vômitos como efeitos colaterais.

Alguns estudos também apontam que com seu uso a mulher poderá enfrentar problemas futuramente quando quiser engravidar.

Outro fator importante é que ao aderirem à pílula de emergência, possam acreditar que não é necessário uso de camisinha já que vão tomar o medicamento, o que certamente irá levar a um aumento do número de casos de doenças sexualmente transmissíveis, como a chlamydia (sabidamente associada a casos de esterilidade), vírus HIV, HPV (casos de cancro uterino).

Alguns nomes comerciais destes medicamentos que estão a venda nas farmácias, sendo que o preço varia muito. Postinor 2 (Laboratório Aché); Diad (Laboratório Simed); Pilem (Laboratório União Química); Pozato (Laboratório Libbs); Minipil2-Post (Laboratório Sigma Pharma); Poslov (Laboratório Cifarma).

Vários destes nomes passam a ideia de que deve ser usado toda vez que tiver relação sexual, como exemplo o poslov – pos (após) Love (amor em inglês); Diad (dia D) e assim por diante, a Anvisa não deveria permitir registro destes medicamentos com estes nomes que criam uma falsa sensação de que não existem problemas no uso do mesmo e que pode ser tomado frequentemente.

O uso de uma substância química pode ser maléfico ou benéfico ao organismo, vai depender da dose, sabemos que a pílula do dia seguinte contém uma alta concentração de hormônio (quatro a dez vezes mais), diferente de quando é usada como anticoncepcional de uso diário com doses menores e controladas, desta maneira não estaria o medicamento desenvolvendo alterações orgânicas na próxima gravidez ou em futuras gerações?

Estudos mais abrangentes poderão apontar qual a real ação da pílula do dia seguinte na cadeia cromossômica, esclarecendo se poderia ocorrer mutação em gerações futuras, só o tempo poderá responder, enquanto isso o ideal seria resguardar o uso da mesma para casos de extrema emergência.

Procurar um médico ou ir até o posto de saúde do bairro solicitar indicação de um método anticoncepcional regular, mais seguros que a pílula do dia seguinte, se informar sobre os métodos anticoncepcionais, ainda é o mais sensato e prudente que pode ser feito.

A Constituição Federal assegura o direito ao planejamento familiar, que foi regulamentado pela Lei Nº 9.263, de 1996. Assim, é dever do Poder Público garantir às pessoas informações, meios, métodos e técnicas para regulação da sua fecundidade. E o aborto é crime.

142 COMENTÁRIOS

  1. Grande silvano, você tratou de algo realmente alarmante: a banalização do uso de pílulas do dia seguinta, como geralmente são chamadas principalmente pelos mais jovens.

    Resumidamente creio que isso se deva à falta de informação e principalmente à ausência de um senso mais apurado de responsabilidade.

    De qualquer forma, os maiores culpados disso são os pais, que não dão a devida educação aos filhos, e o Estado, como ente público, que deveria controlar o acesso a medicamentos como esse e não o faz, como não o faz em quase tudo.

    Infelizmente é a realidade.

  2. Cirilo, o caso do uso banalizado da pílula do dia seguinte é preocupante, seja por sua ação que pode ser abortivo, dependendo do ponto de vista, e principalmente pela questão biológica, onde existe forte tendência a causar alterações cromossômicas futuramente. Acho que seria muito ético de nossa parte se levantássemos esta questão entre os nossos jovens usando o nosso espaço na internet.

  3. O rpoblema é que a sociedade só vai voltar as atenções para esse problema quando alguém morrer pelo excesso de uso dessas pílulas…
    A camisinha é tão mais fácil e tão mais barata, e sem consequência nenhuma…
    A falta de comunicação e informação dentro de casa muitas vezes leva as garotas a recorrerem a isso.
    Vc acredita que outro dia vi na Tv uma menina de 23 anos dizendo (por telefone) que nunca tinha ido ao ginecologista por vergonha?
    Aí eu digo que quem tinha que ter vergonha era a mãe dela…

    Ótimo post, um abraço…

  4. Notícias super interessantes IV (minha opinião) at 30 & Alguns

    […] Alerta: Pílula do dia seguinte – banalização e incerteza – PlugBr Células-Tronco sem embriões – […]

  5. Já encaminhei esse link pra geral!!
    Muito bom o texto!! Acho que a idéia é realmente alertar as mulheres do real risco que se corre em tomar medicamento como se fosse “agua”. O uso da camisinha para mim ainda deveria ser o mais divulgado… não sei se a molekada tem usado.. Espero que sim!

  6. Já está repercutindo bem este tema que abordamos, recebi alguns e-mails, solicitando mais informações e como o Chawca disse a camisinha é muito mais fácil e barata, além de prevenir contra doenças como AIDS, Sífilis e outras DSTs. Tem toda razão Chawca.

  7. Poliane, Obrigado e espero que estes nossos pequenos avisos, possam ser úteis, principalmente aos nossos jovens.

  8. Olá Silvano!!!

    Quero parabenizá-lo pelo ótimo artigo. Sou farmacêutica, trabalho em farmácia de dispensação, e portanto, meu dia-a-dia reflete muito bem esse assunto.
    Percebo que são vários os motivos que favorecem o seu uso indiscriminado e banalizado. Citarei apenas um deles: as más práticas de dispensação na maioria das farmácias…o que, por estarem diretamente ligada ao consumidor final, deveriam ser grandes aliadas na atenção farmacêutica, mas está muito longe disso acontecer e na maioria das vezes acabam favorecendo o seu uso, pois facilitam a sua compra. Talvez estivese na hora de reciclar o modelo de farmácia em nosso país, aí sim poderíamos esperar grandes mudanças.

  9. Silvano, só para te avisar de um trackback q estou fazendo desse seu texto!! Bjss

  10. Minha dúvida é a seguinte: eu tomei a pilula de emergência, na forma como indicam, antes das 24h, e engravidei! eu queria saber se alguém poderia me responder quais sao os efeitos do remedio no bebê, ja que o medicamento falhou! se eu posso entrar com processo!

  11. É incerto, não podemos avaliar os reais resultados,por isso este artigo alerta para estes problemas, Juliana, oficialmente não fique preocupada. Quanto a processo pode ser que consiga sim, não tenho informação que tenha ocorrido.

  12. Silvano meus parabéns pelo belo trabalho apresentado. Pois você informa o que quase ninguém sabe, espero que seu trabalho continue tendo destaque.

  13. nossa se nau fosse por isso eu estava ferrada mais vlw muito bom mesmo hein..soube tudo agora ..e vo toma bastante cuidado…

  14. Que bela porcaria é essa pílula do dia seguinte!!!!! tomei antes das 24 hs e mesmo assim engravidei!!!! Agora to mais irritada por não saber que efeitos essa droga pode causar no feto, e o mais engraçado é que ninguém sabe responder.
    Estou passada!!!

    • Concordo com comentário dessa bela porcaria, tb tomei com menos de 24Hs e estou na mesma situação, engravedei!!!!
      Acredito que esse medicamento apenas serve para ganhar dinhero de um mercado idiota de mulheres como eu que acreditei avanço da medicina.

  15. Boa noite. Bom… primeiramente, parabéns pelo artigo, é um assunto bem complexo. Eu escolhi o tema para minha monografia, estou concluíndo o curso de Farmácia e por enquanto tenho alguma dificuldade em levantar dados sobre o mesmo, gostaria muito da sua cooperação, indique-me, por favor, literatura, sites, revistas, enfim, tudo o que tem fundamento e possa ser de importância para o meu trabalho. Desde já, agradeço. Fico no aguardo…

  16. erika paula costa de souza

    Desde de já agradeço a vc por nos alerta. Eu infelismente já usei 3 vezes isso só por medo de engravidar mas eu nunca imaginei que poderia trazer consequecias a minha saúde.

  17. patricia oliveira

    esse tema deve ser mais divulgado nas redes de comunicaçoes…a muito a saber.Talvez reportagens na tv e etc…

  18. Juliana Soares da Silva

    Parabéns pelo tema e a forma como tratou.Gostaria de indicações de literaturas,artigos ou estudos mais abrangentes,para o meu trabalho de conclusão de enfermagem.Obrigada.

  19. Deveria ser um assunto mas comunicado para todos, e não é so passa que e uma pirula que vai evitar a gravides mas as consegruencias são terives coisa que nao e muito divugado como os homonios que ficar muito alterados por muito tempo ja tenho algum meses tentado engravidare nao to conseguindo pode ser pelo fato de quando era mas nova cheguei a tomar ate 3 veze ao mes esta pirula que hoje eu mim arrependo muito se tivesse o conhecimento dos problema que iria causa na minha vida ja mas iria ter tomado tanto assim

  20. mês passado(fevereiro de 2008) eu usei 4 pilulas de emergência, e esse mês(março de 2008) estou tomando pela 5° vez, de uns p. cá, eu tenho observado um pequeno sangramento na minha vagina, isso é normal?
    corro alguns risco dessas pilulas serem ‘anuladas’?

    se possivel, responda-me
    beijos

  21. Sou estudante de farmácia e acredito que a grande causa de tudo isso é a falta de informaçãoes que as pessoas possam receber a respeito do perigo que a pirula do dia seguinte ,causa no organismo.Usada em escesso pode trazer reaçoes advercias.E com o uso,em minha opniao e abordo, e isto e crime.

  22. Fernanda Loeblein Dos Santos

    O que é pilula do dia seguinte?
    Fernanda por favor leia o texto logo acima, onde explico o que é, como atua e os sérios problemas provenientes do uso exagerado. Abraço.

  23. esse site aqui é muito interessante, pois hoje em dia é um assunto bem polemico para as pessoas, gravidez, aborto, meninas novas que engravidam cedo etc…
    bom quero parabenizar o dono desse site!!!
    bjim!

  24. E muito bom saber que podemos tirar duvidas ,e seremos ouvidos ou melhor lidos por profissionais capacitados e altamente qualificados. Mas desde ja agradeco.
    Minha pergunta e o seguinte, trasei com minha namorada sexta feira …
    Resposta segue via email

  25. Olá!!

    Como nunca usei essa pílula e não sabia nada sobre ela, procurei informações sobre o assunto e me surpreendi, sou casada tenho uma filha de 8 anos e eu até pensei em usá-la, mas pra que?? se eu realmente estiver grávida será muito bem vinda, onde cria um cria dois, meu marido me proibiu de tomar essa pílula, pois entende como aborto, não era momento de termos mais um filho, mas se é pra ser vai ser!! Mesmo assim recomendo a todos antes de tomar qualquer atitude, jamais faça escondido, procure uma orientação médica, pois dependendo da situação pode correr riscos a si próprio!!

    Exelente a matéria!!!
    Michele, obrigado pelo contato.

  26. parabéns
    pela matéria é algo que
    todos tem que sim conscientizar pois
    isso não é brincadeira não.
    fique com DEUS…
    Lurdinha, muito obrigado, faço o máximo para levar informação que possa ser útil, e desperte nos colegas que visitam, algo novo, uma pequena semente.