Aldolase é uma enzima utilizada na avaliação dos quadros de fraqueza muscular. Níveis elevados são encontrados nas fases iniciais das doenças musculares como distrofia muscular e dermatopolimiosite. Citamos neste texto principais recomendações antes de coletar sangue para fazer o exame e saiba quais resultados possuem níveis normais e alterados.

Elevações importantes são observadas em doenças primárias do músculo esquelético, como distrofia muscular progressiva forma Duchenne e dermatomiosites. Porém, não está aumentada em atrofias de origem neurogênica como miastenia gravis. Níveis elevados também podem ser encontrados em doenças hepáticas, na pancreatite, no infarto do miocárdio e em neoplasias. Valores baixos podem ser encontrados nas fases avançadas das miopatias.

Recomendações para realizar o exame aldolase

Nos dias que antecedem a hora marcada para realizar a coleta do sangue é necessário observar algumas recomendações.

Antes da coleta, 72 horas, evite praticar exercícios físicos muito intensos para que não afete o resultado do exame.

Evite corridas de longa distância e musculação, principalmente quando estes causem dor muscular pós exercício.

É recomendado evitar contato com inseticidas organofosforados antes do exame.

Outra dica é não realizar biópsia muscular 30 dias antes do teste, nem eletroneuromiografia nos últimos 15.

Também é especialmente importante suspender medicamentos injetáveis via IM 24 horas antes da coleta.

exame de sangue coleta de material

Como é a coleta do sangue para fazer o exame aldolase

Agora que já vimos as principais dicas para realizar o teste de maneira correta, vamos ver como é a coleta do material.

O material biológico usado para realizar o exame é o sangue coletado da veia do braço. Sendo que não é necessário jejum.

Um torniquete é usado para facilitar a coleta, pequena agulha é inserida na altura da dobra do braço.

A amostra de sangue é retirada e colocada em tubos de ensaio para serem encaminhados para o setor de análise.

O teste normalmente é realizado rapidamente e o resultado é liberado para ser acessado pela internet ou retirado na recepção da instituição.

Valor normal e alterado do exame aldolase

Em pacientes de 0 a 30 dias o valor normal será de 6,0 a 32,0 U/L.
Para aqueles de 1 mês a 16 anos o valor normal será de 3,0 a 12,0 U/L.
Para pessoas maiores de 17 anos, o valor normal será de 1,5 a 8,1 U/L.

Resultados alterados no exame aldolase

Podemos encontrar valores aumentados da aldolase em distrofia muscular de Duchenne, polimiosites, triquinoses, dermatomiosites, rabdomiólise, além de doenças hepáticas agudas, câncer de próstata, infarto do miocárdio, pancreatite hemorrágica.

Podemos encontrar valores diminuídos de aldolase em casos de perda de massa muscular. Pode estar normal em atrofias musculares neurogênicas.

A aldolase é proporcional à redução da massa muscular, mas sua elevação no soro não é específica de doença muscular.