Veebot, uma start-up em Mountain View, na Califórnia, combina a mais recente tecnologia na área de robótica e de imagem para acelerar o processo de retirada de sangue ou aplicação de injeção. O paciente desliza seu braço em um manguito, que atua como um torniquete e a máquina encontra a veia. Você ficaria mais tranquilo com um robô para coletar seu sangue assim?

Para você que vai no laboratório colher sangue e fazer uma bateria de exames, e tranquilamente estende seu braço para a moça que está armada com aquela enorme seringa com uma agulha apontada para seu rumo e você simplesmente não sente nenhum tipo de medo, a geringonça que vou te mostrar também não deve fazer muita diferença, mas aqueles que sentem uns 10 tipos de medo ao ver a moça preparar os tubos e a seringa para a coleta de sangue, talvez, fiquem um pouco mais tranquilos, com a automatização da coleta do sangue.

robo coleta sangue

Comentei aqui sobre outra máquina para coleta do sangue, mas aquela só localiza a veia, identifica o melhor local para o humano fazer a coleta, este novo equipamento trabalha fazendo todo procedimento de identificação da veia e introdução da agulha, realmente uma grande evolução.

O paciente introduz o braço em um manguito igual ao que é usado hoje em dia nas coletas habituais, este irá agir como torniquete. A máquina irá encontrar a veia no braço usando uma luz infravermelha que ilumina a parte interna do cotovelo, uma câmera procura uma veia adequada usando um software que compara visão da câmera contra um modelo de veias de um braço. Em seguida, ultra-som confirma que a veia escolhida tem fluxo de sangue suficiente para uma coleta de sangue bem sucedida. Finalmente, o braço robótico alinha-se com a veia escolhida, prepara a agulha e a espeta no braço até uma profundidade pré-calculada.

O processo todo leva cerca de um minuto, mais o tempo para coletar o sangue — que varia dependendo da quantidade de material e tubos a serem coletados, se tiver hemograma a coleta é em um tubo com anticoagulante EDTA, glicose em outro tubo com anticoagulante fluoreto, e colesterol e ácido úrico em outro tubo sem anticoagulante, por exemplo, esta troca de tubos gasta mais tempo.

Veja abaixo um vídeo com o procedimento de coleta do sangue no equipamento.

Acabou o medo de colher sangue?. Depois que todos os laboratórios e hospitais disponibilizarem este equipamento você não terá mais nenhum tipo de medo no momento da coleta de sangue, acertei?

Os desenvolvedores acreditam que: “Se as pessoas não querem um robô coletando seu sangue, então ninguém vai usá-lo. Acreditamos que, se a máquina funciona melhor, mais rápido e mais barato do que uma pessoa, os pacientes vão querer usá-lo.”

veebot-automatiza-coleta-sangue

O processo é bastante complexo, visto que é necessário muitos movimentos em vários níveis e posições, mas o processo está realmente evoluído e no momento o Veebot consegue escolher a melhor veia em 83% dos casos, o que bate com a média de um profissional médio. A empresa diz que trabalhará para chegar a taxas de 90% antes de entrar em testes clínicos.

Este processo de coleta de sangue realmente necessita de padronização, por vários motivos, principalmente por influenciar nos resultados dos testes laboratoriais, quanto menos interferências neste procedimento, melhores resultados.