Falar aqui da praticidade, agilidade, interatividade desta ferramenta chamada twitter é chover no molhado, mas quando falamos de saúde, as aplicações usando twitter ainda são mínimas, entretanto, as possibilidades são enormes em se tratando principalmente de saúde pública.

Em outro post sobre o twitter, comentei algumas experiências interessantes e certamente existem muitas outras. Phil Baumann @philbaumann em seu blog comentava, ainda em Janeiro passado que o twitter oferecia simplicidade de concepção funcional, velocidade de entrega e capacidade de conectar duas ou mais pessoas ao redor do mundo e seria um poderoso meio de comunicação, a ideia de compartilhamento e colaboração é um grande atrativo quando se trata de saúde pública.

Neste mesmo texto, Baumann aponta 140 usos do twitter para fins de saúde. Vamos relembrar alguns deles.

  1. Recrutamento de tecidos (para rins e órgãos de outros, incluindo o sangue) – Sobre esta aplicação já escrevemos post do uso de telemóveis.
  2. Pesquisa epidemiológica.
  3. Alerta de desastre e resposta – Uma aplicação que efetivamente pode salvar vidas, ultimamente o país tem passado por vários situações que necessitam alertas rápidos.
  4. Gestão de equipe de resposta de emergência.
  5. Tratamento de suporte para pacientes e familiares.
  6. Gestão de Diabetes (monitoramento de glicose no sangue).
  7. Notificação de eventos adversos na prática clínica e outras funções de farmacovigilância.
  8. Emissor de valores laboratoriais fundamental para enfermeiros e médicos.
  9. Organizando atendimento ambulatorial.
  10. Dicas de saúde diárias a partir de fontes autorizadas.
  11. Parecer médico-compartilhando.
  12. Micro-compartilhamento dos resultados de diagnóstico (análises de sangue, ecocardiograma, imagens radiológicas).
  13. Enfermagem orientação e colaboração.
  14. Angariação de fundos para os hospitais e as causas relacionadas com a saúde.
  15. Últimos avanços em dispositivos biomédicos.
  16. Conferências médicas.
  17. Administração hospitalar.
  18. Marcação de consultas com os prestadores de cuidados de saúde.
  19. Monitoramento da segurança e eficácia dos produtos farmacêuticos.
  20. Rastreamento de notícias HIV – @hivBR.
  21. Seguindo o progresso do desenvolvimento de produtos farmacêuticos.
  22. vacinação/ locais de serviços de imunização, hora e lembretes.
  23. Facilitar processos de transferência de paciente.

Acredito que 2010 será um ano de consolidação de muitas opções de uso do twitter, deixará de ser uma novidade, um “brinquedo legal” para ser uma ferramenta socialmente importante, também para a saúde.