A tricomoníase é uma DST causada pelo protozoário Trichomonas vaginalis. Apresenta-se sob a forma de vaginite aguda ou do tipo que desaparece e depois volta. É visto um corrimento na vagina que é muito irritante. Apresenta cheiro forte, quase sempre é espumoso, amarelo ou amarelo esverdeado, com coceira. No homem o corrimento é visto pela manhã, pouco evidente. Muitas vezes os sintomas desaparecem ou se tornam pouco visíveis, mas o pequeno protozoário chamado trichomonas continua na vagina ou no pênis e sendo transmitido para os parceiros sexuais.

Nos homens este organismo pode causar uretrite e prostatite.

Como saber se tenho tricomoníase?

Se estiver apresentando corrimento o ideal é fazer um exame deste material que sai da vagina e também um exame de urina. Depois de coletado o material, com um tipo de cotonete, um pouco maior, que é introduzido na vagina ou no canal uretral, em locais onde existam boa quantidade do material, após a coleta o material é colocado em uma lâmina e levada ao microscópio para ser analisada.

Depois o material será visto no microscópio, onde se observa a presença do protozoário que é móvel. O resultado pode ser positivo ou negativo. A urina também pode ser usada para fazer este exame.

Tratamento do corrimento vaginal causado por tricomoníase

O tratamento não é difícil, o mais importante é saber que o parceiro sexual deve ser tratado também, se isso não acontecer os sintomas depois de fazer o tratamento podem voltar devido a reinfecção. Este tratamento consiste principalmente em tomar o medicamento metronidazol. O médico deve fazer o acompanhamento deste paciente.

Nos municípios onde o sistema de saúde está mais estruturado é possível fazer a consulta, realizar os exames e ter acesso ao medicamento. É um direito seu.