Como estou de coordenador de setor, no hospital que eu trabalho, sempre que vai acontecer um processo seletivo para contratação temporária ou concurso para profissionais da saúde sou escalado para participar. Recentemente técnico de enfermagem, enfermeiro, radilogista, técnico de laboratório, farmacêutico bioquímico, médicos, maqueiros, técnicos de gesso e pessoal do administrativo, fizeram prova. Colaboro na fiscalização, correção de provas e entrevistas, quando for o caso. Aproveito para observar. Algumas coisas me chamam a atenção, por exemplo, como é que alguém pleiteando uma vaga para técnico de enfermagem chega vinte minutos atrasado morando no mesmo bairro do local da prova, será que este trabalhador da saúde seria pontual? Além deste fato, que é básico, chegar dentro do horário marcado para a realização da prova e entrevista, outros pontos podem fazer diferença neste momento.

Por incrível que pareça, profissional da saúde que deveriam ser muito calmos, pois a profissão exige, no momento da prova os nervos ficam a flor da pele, a tensão acaba sendo maior que nos momentos de lidar com um paciente em estado grave. Tudo isso, sem dúvida, prejudica o rendimento do candidato, errando questões que em situações normais responderia sem problemas. É o nervosismo.

Por isso, acredito ser importante transferir a agilidade e a serenidade no cuidado com pacientes doentes para o momento da realização da prova.

Muitas vezes quando estamos conferindo os gabaritos, percebo que o candidato respondeu certo no caderno de provas e transcreveu errado para o gabarito oficial para correção. Ou marca duas opções na mesma questão, rasura, ou ainda perde tempo preenchendo o espaço para resposta, enquanto nas recomendações no cabeçalho da prova consta que deve ser feito apenas um “X” na opção escolhida.
Algumas dicas neste momento são importantes:

  • Não adianta tentar aprender na última hora, claro, só vai causar confusão de ideias.
  • Visite o local da sua prova no dia anterior ao da realização do teste, encontre o melhor caminho para chegar, e no dia marcado saia mais cedo, imprevistos podem acontecer, principalmente em concursos ou grandes processos seletivos que muitos candidatos estão seguindo para o mesmo local.
  • Se marcar com um colega para passar na casa dele para irem juntos fazer a prova ou entrevista, recomende para que esteja pronto mais cedo, e avise assim que estiver indo para o local marcado.
  • Também no dia anterior ao processo de seleção deixe os seus documentos e caneta reunidos, prontos para serem apresentados e usados assim que for necessário. Importante que fiquem em local visível, para que não os esqueça em casa, junto a chave do carro, por exemplo.
  • Acorde mais cedo, tome um bom café da manhã, mas sem exagero.
  • Use roupas leves, mas que demonstrem o seu perfil profissional, neste momento as pessoas que fazem parte do processo seletivo podem estar começando a avaliar suas características comportamentais.
  • Entre rapidamente para dentro da sua sala, sente-se e mantenha a calma, não é momento para conversa, de preferência mantenha os olhos fechados e relaxe o máximo que conseguir.
  • Leia atentamente, novamente, ATENTAMENTE, as instruções e procedimentos para a prova. Responda as questões sem atropelo, leia prestando atenção e fazendo um “link” com a prática, na área da saúde, principalmente, as questões relacionam muito teoria e prática.
  • Depois que terminar de responder as questões é momento de mais atenção, passar as respostas para o gabarito final, acompanhe a linha de cada questão com régua ou mesmo outra folha sulfite para que não ocorra erro de marcação de questão.
  • Revise tudo. Nome na prova, se todas as questões estão respondidas e revise novamente as instruções, conferindo se seguiu todas as recomendações.

Várias dicas que você leu aqui parecem básicas, mas acreditem, muitas são esquecidas e o básico vira pesadelo. O colega Catarino também relatou alguns pontos importantes quando se trata de concursos, vale a pena dar uma olhada. Aproveitando a oportunidade o Mundo das Tribos lembra que em julho será aberto concurso pela Fundação Hospitalar de Minas Gerais – Fhemig. E o Tadeu Fernandes comenta sobre os cargos, vagas e salários.

Vou relatar em outro post as minhas considerações e observações acerca da entrevista de seleção, que se aplica em grande parte das contratações realizadas pelas secretarias de saúde, hospitais, clínicas e instituições de saúde em geral. Espero que algumas dicas que relatei neste texto possam ser úteis. Abraço.