A segurança no trabalho é um tema importante e deve estar presente em todas as discussões nas comissões de trabalho, CIPA (comissão interna de prevenção de acidentes), CLST (comissão local de saúde do trabalhador), SIPAT (semana interna de prevenção de acidentes do trabalho), PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais), PCMSO Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional, visto que os acidentes de trabalho estão presentes na rotina das grandes indústrias e pequenas fábricas, nesta ultima tenho percebido que são as que menos se integram ou mesmo criam estas comissões, principalmente acham que por serem pequenas e trabalharem em produção de menor escala estarão livres deste grande problema que afeta a vida do trabalhador, levando assim a vários acidentes fatais.

Os trabalhadores que estão participando destas comissões ou eventos de segurança e saúde no trabalho, com toda certeza, observo isso no hospital onde eu trabalho, ficam mais atentos aos problemas, se tornam mais participantes no processo de construção, reformas e incorporação de novos equipamentos nos seus setores de trabalho.

Com essa integração os proprietários das empresas ganham, ao contrário do que muitos deles acreditam, por propiciarem aos seus funcionários senso crítico de enxergarem os problemas antes que eles aconteçam, evitando perdas de vidas, mutilações, incapacidades para o trabalho, afastamentos e principalmente, pelo menos para eles, demandas jurídicas, acarretando grandes perdas financeiras.comparacao-certo-errado.gif

Devemos também observar, como a sociedade está enxergando esta empresas que possuem ocorrências frequentes de acidentes de trabalho, repudiando, muitas vezes, uma marca que vinha sendo construída durante anos.

Um trabalhador que participa de palestras com técnicos de segurança do trabalho, ou estão inscritos em serviços de acompanhamento do trabalhador, PCMSO, compostos por técnicos, engenheiros, médicos, enfermeiras do trabalho, cipeiros, ficam muito mais ligados às causas da empresa como um todo, realizam seu trabalho de maneira mais responsável e acima de tudo com maior dedicação. Não exercem atos inseguros como estas das fotos. O trabalhador bem informado ganha em qualidade de vida, sua relação com a família se torna mais saudável, todos ganham.

47 COMENTÁRIOS

  1. Silvano,
    Ter uma CIPA e implantar a Segurança no Trabalho, desperta a maioria dos funcionarios a procurar uma melhora nas condições de trabalho, além de unir todos num mesmo ideal.
    É uma pena que nem todas empresas se preocupem, apesar das leis.
    abs

  2. No primeiro momento eles ficam um pouco arredios, e cobram, mas com o passar dos dias ajudam a implantar as medidas e até colaboram para que melhore, além disso os investimentos em equipamentos não são tão onerosos como seria pagar uma indenização.

  3. A CIPA é uma ferramenta muito importante na prevenção de acidentes do trabalho, porém seus membros devem estar comprometidos com este proposito.

    • OI Marcelo, em minhas palestras e cursos de CIPA, em que eu ministro sempre coloco para o trabalhador que é muito mais vantagem que ele participe com um só objetivo de ajudar os seus companheiros e a empresa em que está trabalhando e não só pensem em sua estabilidade. Passe isso para seus trabalhadores e vai ter uma boa resposta por parte deles.

      • Silvanio eu estou com varias dúvidas, vou iniciar um trabalho na área que tem tubulação de gás e varias outras.

        • eu pra falar a verdade estou um pouco nervosa por saber quer sou responsável pelas normas de segurança. e qual é a sua opinião quero saber é muito importante pra mim.

  4. sou estudante do curso tecnico em segurança do trabalho,gostaria de saber quais são os elementos basicos do programa de segurança do trabalho.

  5. A Cipa é muito importante e fundamental para as empresas..para assegurar o bem-estar dos funcionários..embora em algumas empresas ainda não tenham isso..e isso é realmente não prejudica só os Funcionários como também a própria empresa..como ex eles retribui com isso, com apenas equipamentos..que são bastantes úteis..mais com bastante riscos ainda..

  6. daniela carvalho

    sou estudante do curso de segurança do trabalho e gostaria de saber? qual a aréa de atuação dos profissionais de segurança do trabalho, seu papel, seu objetivo, suas atribuições e,os setores ligados a Segurança do trabalho

    Daniela,
    são várias as atribuições, avalia locais de que possam oferecer risco, propõe melhorias nos locais de trabalho e áreas adjacentes, colabora na educação continuada dentro das empresas, participa e executa mapa de risco, sempre com o objetivo de prevenção de segurança no local onde ocorre trabalho ou circulação de clientes e funcionários, entre tantas outras.

  7. sou técnico de segurança do trabalho e no momento estou desempregado pelo fato da empresa em que estava trabalhando entrar em falência, ñ vou falar o nome dela mas o que ela fazia com os seus trabalhadores era muito desumano,os trabalhadores tinham que pagar pelo epi’s (calçado)e eu ñ concordava mas também ñ podia fazer nada o investimento em segurança do trab. lá era muito pouco trabalhávamos com 300 funcionários e só tinha r$800,00 para gastar com segurança e o dono da fabrica me falou com todas as letras que o dinheiro que ele repassava para a compra de epi’s ñ era nenhum investimento e quando fui orientalo sobre o que ele tava fazendo era ilegal e que o art.166 da clt e nr 6 diz que é dever e obrigação da empresa fornecer gratuitamente os epi’s ele me falou que essas leis ñ valiam de nada em sua fabrica. sei que ñ posso desanimar e tenho que tocar a bola pra frente e continuar sonhando que vamos ter fiscais mais sérios e honestos.

    • Tem razão colega, não se deixe abater com estes problemas, ainda existem pessoas que não se preocupam com as questões de segurança e não enxergam o valor que ela tem e os inúmeros benefícios que retornam para a empresa que apóiam ações de segurança. Espero que encontre logo outro posto de trabalho e que continue lutando pelas boas condições de trabalho.

    • Amigo vc como profissional deveria ter denuciado o empregador no ministerio publico do trabalho , a sua ação foi omissa no caso !!!

    • caro colega
      silvano lucas

      se você realmente for um bom técnico, comece a verificar o seu potencial, se voce sabe realmente fazer um ppra com todas as suas habilidades, instalar uma cipa completa, com curso 20 horas aulas, fazer um ltcat, um documento do pcmso.

      sou tecnico segurança do trabalho e dou muitas rasteiras em médicos e engenheiros.

      conclusão: vá para o interior e comece a trabalhar por conta. trabalhar como empregado já era.

    • Cassia Gonçalves

      Silvanio Lucas,desculpe lhe dizer mas você poderia sim ter feito alguma coisa,afinal de contas ser um técnico de segurança do trabalho é ser um LÍDER.Então se o dono da empresa vendia os EPIs aos empregados era um erro gravíssimo,como você sabe,é lei os empregados receberem os EPIs gratuitos,mas também cabe ao técnico em segurança exigir ao empregador e se for o caso dele negar o fornecimento do EPI gratuito,a maior obrigação do técnico nesta hora é denuciar a empresa imediatamente,porque a fiscalização não iria apenas punir a empresa,mas também o técnico.

  8. sou uma formanda em tecnica em segurança, e sei q muitas empresas fazem isso mesmo , mas acho q e nosso dever protejer a saude do trabalhador e se a gente concordar com essas coisas a fente esta jogando fora tudo

    • q aprendemos. acharia melhor se a empresa nao respeitasse as leis me demitir. pq e nossa responsabilidade zelar pela saude do trabalhador

  9. Acho que alguns profissionais não sabe quanto vale uma denucia no ministerio publico no trabalho , os empregadores agem assim pq alguns maus profissionais não denunciam faz valer seu registro de profissional!!

  10. Olá boa noite eu faço curso tec em segurança no trabalho confesso que me sinto um pouco crua para debater algumas coisas mais adorei esse site agora vou entrar sempre.um abraço

    • Ana, a segurança no trabalho é contagiante e muito especial. Já atuei na CIPA e outras áreas de segurança no trabalho, sempre escrevo sobre este tema aqui no blog. Abraço.

  11. Eliane Alves da Cruz Miccoli

    Tenho quer fazer um trabalho da facudade que se chama PMA.
    A empresa que vou fazer o trabalho é uma empresa pequena, e quero focar na segurança do trabalho porque é uma industria quimíca,porém com poucos funciónarios.
    Hoje ela atua com 40 funciónarios.
    Gostaria que me dessem alguma dica de como posso abordar o meu Pma dentro dela .

    • Eliane, as condições variam dependendo do ramo de atuação, mas os procedimentos estão referendados no site do ministério do trabalho e emprego.

  12. eu sou aluno do curso eu posso pegar um estagio no primeiro mês de curso sim ou não silvano?

    • Até poderia conseguir em algum lugar mas acredito que deva aguardar um pouco mais para ter um conhecimento teórico melhor sobre o que vai ver no local. Mas depende de você.

    • E verdade. Como Sylvanio disse, espere mais um pouco e absorva mais conhecimentos, pois essa área e extensa e você vai precisar de teoria. Não e fácil encarar logo de início uma responsabilidade muito grande. Tudo de bom.

  13. Boa tarde!

    Por gentileza, um amigo comentou que as empresas, apartir de um determinado número de funcionários, são obrigadas a manter na empresa um tecnico em segurança do trabalho, isso é verdade? a empresa em que trabalho tem 120 funcionários, será que ela é obrigada a ter um tecnico em seg. do trabalho???

    Grato.

    Di Souzä

    • Olá,
      Para saber quantos téc. seg. do trabalho devem ser mantidos na empresa deve ser analizado quantos funcionários ela possui e qual seu Grau de Risco. No caso de 120 funcionários, acredito que para ser obrigada a ter o téc. ela deve ter um grau de risco um pouco elevado. Você pode verificar isso com mais certeza vendo o Anexo da NR 4 – SESMT.

      Abraço,

      • bom estou afazendo o curso,e pelo o que eu sei a partir de 50 funcionários e grau de risco 4 e necessário um técnico de segurança, se a sua empresa tem 120 tem que ver o grau de risco que ela se em quadra se for riso 1 tem que ter pelo menos 1 técnico

  14. boa noite! sou téc recem formado, quais os documentos que devo pedir quando, entra numa empresa?

    • EDUARDO BENICIO

      sua formação talvez tenha sido equivocada pois não sabe nem uma direção.

  15. Olá,Estou concluindo o curço de segurança no trabalho,faltando agora o estagio para chegar ao terminio.Gostaria de saber de algum de vocês se tem um tempo determinado para estagiarmos,porque a escola que eu estudo não se responssabiliza pelo estagio,entao cabe ha nós alunos corrermos atras.A mesma falou pra turma que estudo que temos o tempo de 1 ano para acharmos o estagio e dar entrada na papelada p recebermos a carteira de tecnico de segurança. Perguntamos a professores, so que eles não souberam-nos responder.Então temos duvidas,dentre 1 ano se não estagiarmos perdemos todo o tempo em que estudamos e gastamos?

  16. Olá!!Sou técnica de segurança do trabalho a pouco tempo; adoraria saber; quando uma fiscalização chega na empresa, o que provavelmente eles pedem?
    E como Implantar exatamente a CANPAT.

    Obrigada!

    • EDUARDO BENICIO

      primeiramente deve estar sempre atenta para uma auditoria interna , na qual vai fazer com que vivencia uma fiscalização potencial , estas são as primeiras dicas pois quando a documentação está correta não há o que temer ou esconder .

  17. Helinton Soares

    Eu gostaria de saber se todo tecnico em segurança do trabalho!

  18. Curso Segurança do Trabalho

    Excelente artigo Silvano, ajuda as empresas a conscientizar sobre a importância da TST.

  19. Olá Silvano e Pessoal,
    Caso alguém esteja necessitando de realizar algum evento SIPAT ,essa empresa tem uns modelos de exames legal [sportopen]

Deixe uma resposta