Estréia com este post a nova categoria: Saúde do Trabalhador, onde irei abordar alguns temas relacionados à saúde ligados especificamente ao trabalho, e esta é uma área que trato com atenção especial, tanto que onde trabalho, participo ativamente das questões que envolvem a segurança e a saúde do agente que exerce as atividades laborais, participando da CIPA – Comissão interna de Prevenção de Acidentes, CLST – Comissão Local de Saúde do Trabalhador e da CCIH – Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, que indiretamente ou até mesmo diretamente também está inserida neste contexto.

trab_feliz.gifAinda hoje não se dá uma grande ênfase a este campo da saúde, algumas vezes por desconhecimento ou manipulação, apesar de grandes avanços que já foram conseguidos e com o passar dos anos estão sendo incrementados. Algumas leis como NOB SUS, Portaria nº-33/83 – Normas regulamentadoras (NRs) Ex. NR5 CIPA ( site do Ministério do trabalho e Emprego) e tantas outras propiciaram adequações e melhorias, mas que ainda esbarram na questão da conscientização, tanto de trabalhadores como de patrões ou gestores.

Você que por acaso se perguntou: O que eu tenho haver com isso?

Você que exerce alguma atividade laboral pode ter certeza que tem tudo haver com isso, é sua saúde que está em jogo constantemente, alguns em caráter mais contundente e outros um pouco mais brandos, e de forma alguma você esta imune a doenças e acidentes relacionados ao trabalho. Deixo aqui as primeiras indagações:

1) O local onde você trabalha lhe oferece equipamentos de segurança (EPIs – Equipamentos de proteção individual) para exercer suas atividades?

2) O computador que você usa tem uma tela que não lhe prejudica a visão e um teclado ergonômico?

3) A sala onde atua tem boa iluminação e ventilação?

4) A mesa e a cadeira estão ajustadas à sua altura, e tem apoio para os pés?

Levando em consideração que existem trabalhos com menor risco e outros extremamente perigosos, ai estas questões devem ser muito mais aprofundadas e tratadas de maneira dirigida a cada atividade que é exercida.

De uma maneira ou de outra estamos expostos constantemente a acidentes ou processos que evoluem gradativamente para doença (LER – Lesão por esforço repetitivo).

Sabia que toda empresa dependendo do número de funcionários deve ter uma CIPA, e os proprietários devem fornecer os EPIs aos seus trabalhadores e se no trajeto de sua casa para o trabalho sofrer algum acidente isso se caracteriza como acidente de trabalho, e deverá ser atendido prontamente, e comunicado por meio da CAT – Comunicado de Acidente de Trabalho.

Segurança e saúde do trabalhador, mais que uma atitude uma questão de amor pela vida.