Saneamento básico ineficiente prolifera hepatite A, o amarelão

  • Gostou? Click, indique para seus amigos:

Hepatite A também conhecida como amarelão, é uma das doenças que se proliferam pela ineficiência da rede de saneamento básico, a água de má qualidade levada até o usuário, bairros com esgoto a céu aberto são exemplos de situações que observamos em várias cidades do Brasil, é uma fonte contínua de transmissão de doenças e conseqüentemente internações hospitalares, aumentando as taxas de mortalidade infantil.

Os governos fecham os olhos para estes problemas, não implementam políticas públicas que atendam a esta demanda, provavelmente imaginam que elas vão ficar

saneamento.gif

debaixo da terra e isso não dará votos. E a hepatite, parasitoses e tantas outras doenças ainda matam nossas crianças.

Hepatite A, um vírus de transmissão fecal-oral, por contato interpessoal, água ou alimentos contaminados. Não evolui para formas crônicas, período de incubação varia de 10 a 50 dias. Causa mortalidade inferior a 0,2%, sendo a forma fulminante rara. A vacinação permite redução dos reservatórios, com conseqüente diminuição da incidência.

hepato.gifO fígado é o principal órgão atingido pela doença, localizado na parte superior direita do abdômen, composto pelas células chamadas de hepatócitos.

Sintomas da Hepatite A
Os sintomas no início são mal estar generalizado, dor abdominal, dores no corpo, dor de cabeça, cansaço exagerado, febre, falta de apetite, pele amarelada, icterícia “tiriça” (acúmulo de bilirrubina no sangue), urina amarronzada e prurido.
A vacina para Hepatite A para todas crianças a partir de 1 ano de idade para viajantes e trabalhadores da saúde (ex. Vaqta e Havrix) confere imunidade por volta de 10 anos.

Exames e sorologia para diagnosticar HAV Hepatite A
Anti – HAV IgM: É um marcador de fase aguda. Surge concomitantemente com o desaparecimento do antígeno viral e permanece por 3 a 6 meses em aproximadamente 80 a 90% dos paciente e por até um ano em 10% dos casos. Ocasionalmente o teste é negativo na presença da doença clínica, mas repetição do mesmo em 1 a 2 semanas demonstrará positividade.
Anti – HAV IgG/ Total: é detectado logo depois que o Anti – HAV IgM, e seus títulos aumentam gradualmente com a infecção, persistindo por toda vida e indicando imunidade. A resposta imunológica à vacina contra hepatite A é fundamentalmente do tipo IgG, sendo que o Anti HAV IgG pode não ser detectado após vacinação, uma vez que os títulos de anticorpos induzidos pela vacina são, em geral, mais baixos que os induzidos pela infecção natural.

Para o tratamento não há medicação específica, usando apenas remédios contra enjôo, febre e dor. As bebidas alcoólicas devem ser abolidas. Os alimentos podem ser consumidos normalmente, apenas evitando aqueles muito gordurosos.

Um melhor controle da Hepatite A é conseguido implantado políticas de saúde que contemplem construção de redes de esgotos em todos os bairros, atuação dos agentes de saúde, e rede para diagnóstico e tratamento.

A população pode fazer sua parte, com boa higiene das áreas da residência e dos alimentos ingeridos.

Para evitar a hepatite A apenas prática de cuidados básicos de saúde são necessários.

Se o local onde você mora não conta com rede de esgoto, faça um documento solicitando e envie a todos os vereadores, cobre da secretaria de saúde de seu município a criação de programas para controle de Hapatites virais, vacinas, diagnóstico e medicamentos para tratamento, nós temos direito.

Dados: Informe diagnóstico e monitorização laboratorial HPardini.


Escreve sobre exames laboratoriais, testes de farmácia e tecnologia em saúde. Compartilha neste site que fundou em 2006 experiência de um laboratório dentro de hospital.

  • http://www.dimr.com Juliano Lima

    Essa política que deixa até quando não d a mais para fazer rede de esgoto, canalizar córregos, que isso não rende voto é típica mesmo, aqui onde eu vivo em vários bairros acontece, e dirreto ve epidemias e também hepatite, e verme então, tudo barrigudo de verme os moleque.

    • iara

      muito bem falou e disse.
      colaga provavelmente não me conhece + tb bem você esta coberta de razão

  • http://www.diadenamorados.info Bia Novaes

    Demorei um pouquinho pra descobrir sobre o que você estava falando, mas uma pesquisa-relâmpago na (sempre ela) Wikipedia me esclareceu o que diabos é um feed =P. Menino, estou fazendo o máximo pra atualizar, mas prioridades são prioridades, não é mesmo? Quem sabe um dia eu chego no nível do Plugbr, hãh? BTW, lindos posts “sociais”! beijinhos, Bia

  • http://www.plugbr.net Silvano Vilela

    Bia, é que eu não estava visitando seu blog, pois o seu feed, não estava atualizando no bloglines, e fui ao seu blog e comentei lá, agora está tudo certo com o feed e toda vez que você atualizar eu estarei acompanhando.
    Quando ao posts do plugbr, tenho uma forte tendência a seguir esta linha “social” relacionada à saúde, obrigado pelo elogio, estamos aprendendo sempre. Abraço. Não esqueça do post para os pais.

  • http://www.diadenamorados.info Bia Novaes

    Muito bem, meus parabéns por fazer a sua parte e informar, dando um lado social ao blog, gostei muito!

    Qto ao dia dos pais, pensei um pouco e acho que não vale a pena! No dia dos namorados houve uma avalanche de gente no blog que quase deixou-o fora do ar, sem contar que as contribuições não foram da melhor qualidade… rssss.. Além disso, o meu querido amigo e “webmaster” panamenho, Julio, me explicou que esse tipo de “burst traffic” é até prejudicial à única forma de, digamos, semi-sustento do blog, o Adsense do Google (parece que a taxa de cliques diminui com tráfego de baixa qualidade).
    Enfim, já estou muito contente que o blog ao menos consegue pagar o próprio hosting ($9.99/mês) e as contribuições tem sido da melhor qualidade! Muitos emails e comentários bacanas! Tentar aumentar o tráfego prejudicando a qualidade e o desempenho em termos de $$ não me soa muito atraente.. rssss Só se for pra linkar para as suas sugestões de dia dos pais, que tem tudo a ver!! Mais uma vez, beijinhos da Beatriz!

  • Pingback: Meu Google Reader at 30 & Alguns

  • http://naotenho ana raquel

    queria saber mais sobre ancilostomose urgente e para um trabalho escolar,e a doença do jeca-tatu
    Enviado via email.

  • Pingback: Hepatites virais - Tipos, formas de transmissão e sintomas | Plugbr

  • AA

    Parabéns boa referência para trabalho de escola.

  • Rafaela B F

    Obrigado !!!!!
    Deu para fazer meu trabalho de ciências.
    A professora vai adorar .
    Um beijo e mais uma vez Obrigado !!!!!!!!

  • larissa

    Gostaria de saber tudo sobre doenças,pois é uma pesquisa de escola…
    O amarelão é o que estou procurando agora

    Um beijo para todos vcs…
    Adolu ty dolu vcs…

    bjuuuuuuuuuu

  • larissa

    é bom d+ saber tudo bjuuuuuuuuus a todus vcs…

    • layla

      e msm preciso fazer um trabalho…

  • iara

    o que o texto fala e exatamente o que esta acontecendo.
    bjusss!!!!!