Antitireoglobulina, anticorpos anti TG ou antitiroide, é um exame de sangue útil no diagnóstico das tiroidites auto imunes, como a de Hashimoto, na qual resultado do exame anticorpos anti TG e anti TPO são encontrados, em título alto, em cerca de 70% a 90% dos casos. Veja mais detalhes deste teste laboratorial.

A glândula tireoide produz uma série de diferentes proteínas, incluindo tireoglobulina, que tem importante papel na biossíntese dos hormônios T3 e T4. Quando a glândula tireoide é estimulada, a tireoglobulina é decomposta e os hormônios tireoideanos T3 e T4 são liberados na corrente sanguínea. Imunoglobulinas circulantes dirigidas contra a tireoglobulina estão presentes em pacientes com doenças autoimunes da tireoide.

Procedimento para coleta do sangue no exame antitireoglobulina

O exame também é solicitado como anticorpo antitireoidiano, anticorpo anti tireoide, anticorpos anti TG ou antitiróide, AAT, ATG, ATGB, é o mesmo teste Antitireoglobulina.

Doenças autoimunes ocorrem quando o sistema imunológico passa a atacar as células e tecidos saudáveis, quando o sistema imunológico ataca tireoglobulina, um novo anticorpo correspondente é produzido, conhecido como anticorpo antitireoglobulina.

O teste de anticorpos antitireoglobulinas é usado para medir se a pessoa tem ou não este anticorpo na corrente sanguínea.

Para realizar este teste laboratorial, o ideal é realizar um jejum de 8 horas antes da coleta do sangue. O material será coletado da veia do braço.

Outra recomendação importante, sempre informar ao atendente do serviço laboratorial, quais medicamentos está fazendo uso.

Índices normais de antitireoglobulina no sangue

A metodologia que normalmente os laboratórios utilizam para realizar o teste antitireoglobulina é a Quimioluminescência.

Os índices considerados normais são resultados inferiores a 40 UI/mL, sendo o limite Mínimo de detecção 20,0 UI/mL.

Resultados normais no exame de anticorpos antitireoglobulina se apresentam como negativos, significa que não há anticorpos presentes na corrente sanguínea.

Pequenas quantidades do anticorpo antitireoglobulina no seu sangue pode indicar a presença de condições patológicas como câncer de tireoide, diabetes tipo 1, artrite reumatóide, anemia perniciosa e doenças do colágeno.

Antitireoglobulina alta na tiroidite autoimune de Hashimoto

Na tiroidite autoimune de Hashimoto, em 70 a 90% dos casos a Antitireoglobulina vai se mostrar resultado positivo com títulos elevados.

Pacientes com doença de Basedow-Graves e outras doenças autoimunes podem ocasionalmente apresentar anticorpos anti tiroglobulina em títulos baixos.

A realização da antitireoglobulina e dos anticorpos antiperoxidase tiroideana anti-TPO aumenta a sensibilidade diagnóstica, pois uma percentagem significativa de casos (30%) apenas um dos anticorpos deve estar presente.

O nível de anticorpos presentes tem pouca relação com a gravidade ou evolução da doença.