Estas duas ultimas semanas não tem sido fácil para este blogueiro conseguir trabalhar e até mesmo curtir as festas de natal e de vésperas de ano novo.

Vou relatar o caso deste tal de SC, 35 anos, bioquímico, trabalhando em um laboratório dentro de um hospital e em contato com nuvens de vírus e bactérias todos os dias, e umas destas gotículas atravessou o denso ar e se alojou no organismo deste ser, sei lá quando, causando dor de cabeça, e um episódio interessante de febre sempre no final do dia, por quase uma semana e eu já estava acostumando e esperando a febre minha de cada dia chegar sempre que saia do serviço e chegava em casa. Além de dores no corpo e forte zumbidos nos ouvidos.
Então realizado alguns exames:

Hemograma no início com 4 mil leucócitos, o que para mim é mais ou menos normal e sem anemia. O segundo hemograma alguns dias depois, com 7 mil leucócitos e 14 monócitos sendo normais até 6 e 45 linfócitos sendo normal até 35.

Depois destes 14 monócitos vistos na foto acima indicando mononucleose e febres e agora descobertos pequenos ganglios inflamados, realizei o exame de citomegalovírus e este apresentou-se positivo para IgG e IgM, enquanto que todas as hepatites negativas e ainda tem mais Epstein barr positivo IgG e IgM. A mononucleose que pelos sintomas e exames se confirma de acordo com o médico e meus exames, claro.

A medicação indicada pelo Dr. Alessandro foi penvir 500 mg, caixa com 14 comprimidos de fanciclovir pelo preçinho de R$ 150,00.

Hoje a febre não está mais ocorrendo, somente fortes dores de cabeça, que acho que pode ser pelo medicamento. Ao terminar a medicação semana que vem vai ser repetido os exames para ver se regrediram.

Estou postando aqui este caso clínico para que possa servir para pesquisas de estudantes, bioquímicos, médicos e trabalhadores gerais da saúde, visto que tem pouco material na internet relatando o vírus epstein barr e citomegalovírus e relatos de mononucleose. Algum outro episódio que possa ocorrer (tomara que não) estarei informando.

Update 1: Quinze dias depois do primeiro exame, foi realizado nova coleta e registrou-se citomegalovirus positivo em concentrações mais elevada, leucócitos normais, Epstein barr IgG: 78,8 U/ML Valor normal até 20 U/ML; IgM 160,0 U/ML, valor normal até 20 U/ML, portanto registrou-se um aumento tanto de IGg como IgM, e nesta data sem sintomas aparentes.