PSA, AFP, HCG, hemograma, CA 125, exames de sangue que auxiliam diagnóstico de câncer

Seu médico pode eventualmente solicitar exames de sangue com intenção de diagnosticar algum tipo de câncer, ou apenas descartar alguma suspeita que possa surgir. Exames de urina, de sangue, ou biópsia poderão fazer parte do contexto de análise, orientando para o diagnóstico da doença.

Os exames de sangue e urina não fornecem um diagnóstico definitivo, mas indicam pistas para o clínico direcionar suas buscas por alguma condição cancerosa.

Os marcadores tumorais podem ser utilizados para as seguintes finalidades: (1) seleção de uma população saudável ou de uma população de alto risco para a presença de câncer (2) diagnóstico de câncer ou de um tipo específico de câncer, (3) determinação do prognóstico de um paciente, (4) o monitoramento do estágio de um paciente depois de realizar cirurgia, radioterapia ou quimioterapia, avaliando o quadro de melhora ou piora deste paciente.

Materiais biológicos variados podem ser coletados, sangue, urina, líquidos ou tecido propriamente dito, para serem analisados em um laboratório para detectar sinais de câncer.

Estes materiais biológicos podem mostrar células cancerígenas, substâncias produzidas pelas células tumorais ou proteínas específicas de uma determinada condição relacionada ao câncer. Um marcador tumoral pode ser produzido pelo próprio tumor ou pelo corpo em resposta à presença do câncer.

Hemograma Completo

O hemograma pode ser o primeiro exame revelador de um eventual câncer, quando mostra quantidade de glóbulos vermelhos, as hemácias diminuídas ou aumentadas, quando mostra leucócitos exageradamente aumentados ou diminuídos, revelando células atípicas, jovens, imaturas circulando na corrente sanguínea quando ainda deveriam estar no interior da medula óssea tornando se maduras para posteriormente serem liberadas para a circulação. A biópsia de medula também deverá ser realizada em casos que o sangue tenha indicado uma possível mutação celular a nível central, na produção destas estruturas.

Análise de proteínas sanguíneas

As proteínas mencionadas anteriormente são importantes, podem elucidar presença de imunoglobulinas anormais do sistema imunológico pela dosagem de eletroforese de proteínas, no caso, por exemplo, do mieloma múltiplo.

O exame de urina

O exame citológico de urina pode revelar a presença de células cancerosa provenientes de bexiga, ureter ou rins com uma coleta simples do material biológico urina.

Marcadores tumorais – PSA, AFP e HCG

Quando as células tumorais estão instaladas liberam substâncias, que podem ser medidas, dependendo da quantidade encontrada na análise, existe um provável problema, mas em algumas situações células normais também liberam substância idêntica, por isso nem sempre podemos afirmar que um valor elevado de uma substância “X” comprovadamente indique um câncer.

Exemplos de marcadores tumorais incluem antígeno prostático específico (PSA) de câncer de próstata, câncer de antígeno 125 (CA 125) Avaliação prognostica no câncer de ovário, a calcitonina de câncer medular da tiroide, a alfa-fetoproteína (AFP) para câncer de fígado e gonadotrofina coriônica humana (HCG) para tumores de células germinativas, tais como o câncer de testículo e câncer de ovário. CEA: Antígeno carcinoembrionário (CEA) é uma proteína encontrada em muitos tipos de células, mas associados a tumores e desenvolvimento do feto.

O marcador ideal para câncer seria um exame de sangue em que um resultado positivo pudesse ocorrer apenas em pacientes com neoplasia maligna, que apresentasse estreita relação com a resposta ao tratamento e pudesse medir com facilidade, mas este teste ainda não existe.

Os resultados dos marcadores tumorais

Os resultados dos testes marcadores tumorais devem ser interpretados com bastante cautela, fatores como variações orgânicas, alimentação podem interferir aumentando ou diminuindo os valores dos resultados. Outras vezes pode ocorrer valores normais nos laudos de exames  e um tumor cancerígeno pode estar presente, são condições que devem ser avaliadas juntamente com a clínica e posteriormente demais exames se necessário. Na maioria dos casos a biópsia será muito útil para esclarecer um caso suspeito, a agressividade, a taxa de crescimento e grau de anormalidade.

Autor Silvano Vilela

Escreve sobre exames laboratoriais, testes de farmácia e tecnologia em saúde. Compartilha neste site que fundou em 2006 experiência de um laboratório dentro de hospital.

Recommended for you