Proteína C-reativa são as principais proteínas aguda produzida pelo fígado em resposta ao dano tecidual. O exame de sangue PCR, ou, como ainda é conhecido, teste de PCR Ultrassensível, Proteína C Reativa de Alta Sensibilidade, Proteína C Reativa Quantitativa Ultra-sensível,  serve para detectar a proteína que é um indicador de inflamação no sangue. Estudos apontaram que valores altos desta proteína (veja abaixo os valores de referência) indicam risco significativo de doença cardíaca.

É importante saber que várias patologias podem causar um aumento na PCR, uma osteoartrite ou câncer,  infecção bacteriana ou resfriado comum, ela não existe em apenas uma doença específica, um valor elevado de PCR indica um risco significativo de doenças cardiovasculares no futuro.

A PCR é produzida quando as artérias em torno do coração ficam inflamadas pela aterosclerose.

O exame de PCR não deve ser substituto do colesterol total e suas frações, deve ser utilizado em conjunto com os testes de colesterol e outros fatores de risco para avaliar o risco global, e assim apontar medidas que possam ser tomadas para evitar doença cardíaca no futuro.

Mesmo quando níveis de colesterol estão normais em homens e mulheres, mas níveis elevados de PCR US, correm risco de ataque cardíaco.

A metade de ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais ocorrem em pacientes que não têm altos níveis de gordura no sangue, medição da PCR US ajudaria o médico identificar se existe um risco para desenvolver doença cardíaca futuramente e desta forma ele poderá observar o caso com mais rigor e avaliar a possibilidade de indicar, por exemplo, aspirina para este paciente.

É importante lembrar que os valores para risco cardiovascular só devem ser levados em consideração na ausência de quadro inflamatório sistêmico, caso esteja presente, verificar valores para o risco cardiovascular depois de três semanas após ter debelado a inflamação.

Qual o nível normal da Proteína C Reativa em doenças inflamatórias e risco cardiovascular?

Como fazer o exame? É necessário jejum?

A coleta do sangue para realização deste exame pode ser feita em qualquer laboratório de análises clínicas da sua cidade, geralmente é realizado no próprio local, mas alguns laboratórios ainda terceirizam este teste, enviando para um prestador de serviço externo.

Para colher o sangue faça um jejum de 8 horas e se for o bebês o teste deve ser realizado no intervalo entre mamadas. Um dos métodos usado é imunoturbidimetria, nefelometria além de outros.

O resultado do exame será apresentado das seguinte maneira:
Resultado: xx (resultado do exame que você fez)

Logo abaixo vai ver escrito no laudo “Valores de referência” , são os valores para comparação com o resultado (xx), e avaliar se o teste está com valor alto normal ou baixo.

Os valores de referência:

Para doenças inflamatórias agudas: Inferior a 8 mg/l = Negativo

Para avaliação do risco cardiovascular: 1) Risco alto: = maior que 3 mg/l, 2) Risco médio = 1 a 3 mg/l, 3)  Risco baixo = menor que 1 mg/l.

Portanto, se o seu resultado de exame laboratorial de PCR US deu 4 mg/l você tem um risco cardiovascular alto.

Dependendo do método utilizado estes valores de referência podem ser outros, procure no seu resultado do exame.

Fazer uma avaliação conjunta com colesterol total, HDl colesterol e LDL colesterol melhora substancialmente as condições para avaliação dos riscos de doenças cardiovasculares em indivíduos aparentemente sadios.