Menopausa – Detectar e cuidar, idade de viver feliz

Depois de uma certa idade as mulheres começam a apresentar os sintomas de menopausa. A idade que inicia e quais os sintomas que aparecem, é bastante variável. Antes da menopausa, a mulher passa pela fase do climatério. Mais especificamente na primeira etapa, pela perimenopausa (por volta dos 45 aos 50 anos), o sinal típico é a irregularidade menstrual podendo ocorrer também ondas de calor, identificado como sendo período de dois a três anos antes da última menstruação e por volta de um ano depois. Menopausa (por volta dos 48 anos), ondas de calor e suores noturnos estão presentes. Para amenizar os sintomas da menopausa pode ser feito a TRH, com a reposição de hormônios é possível prevenir a osteoporose e doenças cardiovasculares, que costumam ocorrer nesta fase da vida. Vamos agora analisar melhor estas informações iniciais sobre menopausa.

O conhecido “calorão” ou “fogacho”, algo como um calor rápido está presente no climatério, também conhecido na fase inicial como perimenopausa, começando por volta dos 45 a 50 anos, podendo variar bastante. É a fase anterior a menopausa, além deste “calor” outro fator que ocorre é a menstruação irregular indicando realmente o início do climatério, mas é importante ter em mente que mesmo nesta fase a mulher está suscetível a doenças e desarranjos orgânicos eventuais, que devem ser descartados antes de dizer que está no climatério.

Um certo número de mulheres apresenta ainda outros sintomas que inclui insônia, relativa queda de cabelo, ansiedade, irritação, a vagina fica um pouco seca.

Quando os sintomas se tornam mais evidentes é a fase da menopausa, que pode perdurar por mais ou menos um ano, com as ondas de calor e uma certa irritabilidade, além de outros sintomas.

Existem hoje no mercado testes rápidos que podem ser úteis, não para confirmação de menopausa, e sim como uma informação a mais para que possa junto com o médico tomar os cuidados necessários que esta fase requer.

O teste indica na bula:

Se você ainda tiver períodos menstruais, o primeiro teste deverá ser realizado durante a primeira semana do ciclo menstrual (2º ao 7º dia, com o dia 1 sendo o primeiro dia da menstruação). Se o resultado do teste é negativo, mas os sintomas persistem, repetir o procedimento com outro teste uma semana após o primeiro teste.
Se você não estiver tendo períodos menstruais regulares, o primeiro teste poderá ser realizado a qualquer momento, e o segundo teste deverá ser realizado uma semana após o primeiro teste.
Teste positivo indica que o seu nível de FSH é maior que o normal e que você pode está iniciando a perimenopausa.
Teste negativo indica que você provavelmente não desenvolverá a perimenopausa neste ciclo.

Este e outros testes rápidos avaliam o nível do Hormônio Folículo Estimulante FSH, pois este com a queda na produção do estrógeno, passa a ser produzido em maior escala.

O hormônio FSH pode também ser dosado no laboratório, por meio de um exame de sangue para detecção das concentrações do FSH, ele estimula os folículos ovarianos na mulher e a formação do esperma no homem. O FSH encontra-se um pouco elevado no primeiro ano de vida, reduzindo bastante durante a infância e novamente aumenta na puberdade até a idade adulta.

O hormônio FSH vai estar aumentado nas deficiências dos ovários ou dos testículos, tumores e menopausas. Valores diminuídos podem ser vistos nas doenças da hipófise e hipotálamo e na produção ectópica de hormônios esteróideos. Aumenta na síndrome dos ovários policísticos e antes de ocorrer a menopausa.

Outros exames indicados para avaliação de menopausa: 17-hidroxicorticosteróides, estradiol, progesterona sérica, 17-OH progesterona. Também é útil avaliação do colesterol, uréia, creatinina, glicose, TSH. Os exames de papanicolau, mamografia, ultra-som e densitometria também são necessários.

Não é possível evitar entrar na menopausa, é o caminho natural da vida, o que pode ser feito é amenizar os efeitos deste evento para que possa continuar tendo uma qualidade de vida muito boa, o que é perfeitamente possível, para isso ocorrer é fundamental que procure seu médico, ele certamente irá conduzir muito bem este processo, com uso de alguns medicamentos, se for o caso, para combater os sintomas da menopausa.

A terapia de reposição hormonal – TRH, é uma maneira de amenizar os sintomas da menopausa, por meio de medicamentos contendo a progesterona e estrógeno, hormônios que o organismo deixou de produzir e que são necessários para reduzir os riscos de problemas cardiovasculares e a conhecida osteoporose.

Quanto ao desejo sexual, é freqüente esta dúvida, se ele diminui ou não, cada mulher reage a este momento de forma diferente, algumas continuam como sempre foram, outras realmente diminui.

Não deixe de consultar seu médico e faça exames e avaliação da pressão sanguínea regularmente.

Uma vida saudável, longe de cigarro, álcool, gorduras e consumindo alimentos saudáveis aliados a exercícios, como caminhada e natação, tornarão esta fase da vida uma época de felicidade e novas conquistas.

Autor Silvano Vilela

Escreve sobre exames laboratoriais, testes de farmácia e tecnologia em saúde. Compartilha neste site que fundou em 2006 experiência de um laboratório dentro de hospital.

Recommended for you

  • http://renatapinheiro.com Renata Pinheiro

    Silvano, vários ginecologistas afirmam que a inclusão de soja no cardápio diário da mulher, desde jovem, reduz os sintomas da menopausa. Isso, inclusive, explicaria a menor incidência de desconforto entre povos com alimentação rica em soja. Alguns médicos receitam até mesmo suplementos de soja.
    Hoje está bem mais fácil utilizar a soja, afinal está presente em diversos produtos em qualquer supermercado, como as bebidas à base de soja. Você sabe se há comprovação de que o uso da soja reduz os sintomas como o “calorão”?

    • Vânia Orlandi

      Senhores…
      Seria interessante as interessadas no consumo da soja, com o intuito direto de amenizar os sintomas da menopausa, pesquisarem mais. Existem diversos estudos desaconselhando seu uso devido aos diversos efeitos colaterais negativos. Apesar de não ser da área médica, me interesso muito pelo assunto e leio muito. Conheço pessoas adeptas da soja desde sempre e tiveram problemas de menstruação precoce, baixa estatura, sangramento em idade adulta, etc. Outra, já adulta, fazia uso de soja na menopausa, teve efeitos colaterais mais sérios, obrigando a imediata suspensão. A nutricionista SONIA HIRCH, entre outros, pesquisa sobre o assunto e no site dela, “correcotia.com”, pode-se ler a respeito. A soja é motivo de discussões desde sempre. Os interesses comerciais são diversos, inclusive internacionais. A Embrapa tb posssui vários trabalhos a respeito. Portanto, pesquisem e boa sorte!
      Sds,
      Vânia.

      • http://www.plugbr.net Silvano Vilela

        Vânia, obrigado por deixar seu ponto de vista. Como disse é um assunto polémico. Abraço.

  • http://www.plugbr.net Silvano Vilela

    Renata,
    Já vi alguns estudos sobre a ação da soja na menopausa, inclusive iria inserir algo no texto, mas preferi deixar para outra ocasião. Algumas pesquisas já foram feitas e apontam para resultados positivos. As isoflavonas possuem uma estrutura bastante parecida com o estrógeno, que poderiam se ligar a receptores deste hormônio e conseqüentemente os sintomas indesejados da falta dele estariam reduzidos. Mas alguns médicos não enxergam grandes resultados com o uso da soja. Acredito que esta é mais uma arma para vencer os grandes sintomas da menopausa.

  • http://renatapinheiro.com Renata Pinheiro

    Li uma recomendação de uma ginecologista, falando sobre a soja, de que o consumo deve iniciar o quanto antes, de preferência desde a juventude. Começar a usar suplementos quando os sintomas já estão iniciando realmente não teria efeito.

  • http://www.plugbr.net Silvano Vilela

    Renata,
    Tem razão, esses médicos que não acreditam na soja como alternativa para amenizar os sintomas da menopausa podem estar incorrendo neste erro. E o melhor é que os efeitos colaterais são muito menores que os aqueles causados pelos medicamentos tradicionais.

  • Malu costa

    Gostaria de saber se existe algum meio (alimentação, medicamentos) para adiantar a menopausa, estou com mioma e segundo a médica se eu entrar na menopausa não pecisarei retirar o utero .

    • http://www.plugbr.net Silvano Vilela

      Malu, os medicamentos para repor a queda de hormônios são fundamentais, e quanto a alimentos, inclusive estou levantando uma lista destes medicamentos, brevemente vou publicar, mas a soja é um ótimo alimento.

  • rosana

    Gostaria de saber se o hormonio a base de isoflavona de soja,ajuda a regular a menstruação,tenho 47 anos.

    • http://www.plugbr.net Silvano Vilela

      Rosana,
      a soja é um forte aliado no combate aos sintomas da menopausa.

  • LEILA BRAZ

    Eu fiquei na menopausa as 34 anos e de lá pra cá não encontrei um medico para me tratar todos achava que eu era muito nova e por isso ate hoje não fiz neum tratamento e estou com 42 anos.

  • lucas

    pode ocorrer menstruações irregulares tipo
    6 meses sem e depois voltar a vir normal ,
    4 meses sem e depois voltar , e depois continuar normal por
    12 meses . sim ou não

    • http://www.plugbr.net Silvano Vilela

      Pode ocorrer, mas não é normal, deve procurar o médico ginecologista para indicar medicação adequada para corrigir o problema. Abraço.

  • Nela

    Olá a todos…sou a Nela.Vim a este site porque fui operada hà 1 semana ao colo do útero,tive uma displasia de alto grau,fiz uma conização com bisturi(a médica disse que daqui a um mês terá os resultados do que extraíram,cortaram mais fundo porque esperam que tenham conseguido retirar tudo o que estava afectado.Tenho 48 anos,nunca tive filhos.O meu período tem sido bastente irregular hà alguns aninhos…tomei a pílula durante anos seguidos,depois dos 45,começou a ser assim.Tenho tido(são crises que surgem sem eu esperar,com o intervalo de +- uma ou duas semana,de hà uns 6 meses começou a piorar) “ânsias”,o coração bate muito e depois abranda,formigueiros pelo corpo,pés frios,por vezes transpiro,sensação de muita insegurança,vertigens,parece que desmaio,dificuldade em respirar e depois dá-me aquele cansaço! Será que estou na menopausa??A médica que me operou,disse-me que para saber,terei de fazer exames…que tipo de exames? Muito obrigado pela vossa atenção.(Nela)

    • http://www.plugbr.net Silvano Vilela

      Olá, deve fazer exames clínicos e dosagens laboratoriais conforme indicado no texto. Abraço.

  • Renata

    ola pessoal.a um ano mais ou menos minha mestruação esta inregular,
    e agora fazem 20 dias q/ esta atrasada.
    meu marido não pode ter filhos posso estar entrando na menopausa. tenho 42anos.

  • norma

    Este ano farei 40 anos.Na maioria das minhas pesquisa se fala em torno dos 45 mas posso estar entrando na menopausa? Sinto muito calor tenho hipotireoidismo. Um abraço

  • Pingback: Soja, pesquisas indicam que não reduz o colesterol ruim e nem os sintomas da menopausa | Plugbr.net()

  • Pingback: 5 Atlas grátis do corpo humano e sistemas na app Store para iPad e iPhone()