Frequentemente recebo perguntas sobre teste de HIV, inclusive hoje, um leitor do blog disse: Ultimamente ando com uns problemas e já fiz hemograma completo e o médico diz que está tudo bem, será que posso estar com o vírus HIV ou é coisa da minha cabeça?

A colega Elisângela e a Kaka perguntaram: Pelo exame de hemograma completo dá para saber se tenho HIV? Fiz o teste de HIV e deu não reagente o que isso quer dizer?

Em quais situações é útil o exame Hemograma

O Hemograma Completo, um resultado de exames de sangue com muitas informações, inclusive é possível diagnosticar doenças leucêmicas, ou identificar um estado anêmico.

Em infecções por bactérias observamos no hemograma um aumento dos leucócitos, as células de defesa do organismo. Em processos virais os leucócitos encontram se diminuídos.

Na verdade, o hemograma não “diz” se o paciente tem ou não HIV, ele apenas fornece informações importantes sobre anemia, infecção, leucemia e outras condições. Evidentemente estas alterações podem estar presentes no resultado de um paciente HIV positivo, mas também estão presentes em um simples processo gripal, por exemplo.

Portanto, Hemograma, não é um exame específico para HIV.

Uma pessoa com o vírus HIV, pode apresentar um resultado de hemograma totalmente normal, como também pode ter um resultado alterado, depende da condição clínica.

Entretanto, para saber se o paciente é portador do vírus HIV, é necessário que seja realizado o teste de HIV (método MEIA, ELISA) para chegar a um diagnóstico definitivo.

Um exame de HIV ao dar positivo é necessário uma segunda amostra, para repetir toda a sequência de exames e procedimentos, assim o paciente receberá um resultado positivo, confirmado por outras metodologias.

Quanto ao exame não reagente, como perguntou a colega, é padrão adotado que o resultado negativo seja liberado impresso e assinado pelo profissional que realizou o teste como “Amostra negativa para HIV.”

É importante fazer regularmente consulta médica e exames para avaliações gerais de saúde. Quanto mais cedo a descoberta de qualquer doença, a resposta ao tratamento administrado será muito mais eficiente.