A combinação de estresse e obesidade pode influenciar significativamente o desenvolvimento do diabetes tipo 2.

“Estes resultados são interessantes porque muita atenção tem sido dada ao papel da obesidade no desenvolvimento do diabetes tipo 2, mas estresse também pode ser tão importante nesta população de risco”, diz Anastasia Georgiades, Ph.D., que estuda o assunto, e apresentou os resultados na reunião anual da Sociedade Americana Psicossomática.

O estudo acrescenta que um crescente número de investigação estão sempre ligando barriga com diabetes tipo 2, assim como outros estudos indicam frequentemente que após o estresse ocorre elevação de açúcar no sangue.

Mulheres com altos níveis de adrenalina e gordura na região da barriga também teve aumento considerável nos níveis de açúcar no sangue, as mulheres com obesidade abdominal pode ser mais vulneráveis ao impacto do estresse, elevando a produção de açúcar no sangue consequentemente o risco para o diabetes também aumentam.

Então mulheres, cuidado, primeiro com a barriguinha, e se ela já existir, atenção com o estreese senão poderá desenvolver diabetes.