A Brigada de Incêndio é basicamente um grupo organizado de pessoas que são especialmente capacitadas para que possam atuar numa área previamente estabelecida, na prevenção, abandono e combate a um princípio de incêndio, e que também estejam aptas a prestar os primeiros socorros a possíveis vítimas.

Principal função da brigada é a prevenção e buscar combater princípios de incêndio. Desenvolve ações de prevenção, identificação e análise da situação, corte de energia, abandono de área, emergência, isolamento de área, e suas consequências, como danos materiais ou acidentes com lesões, e demais ações.

O brigadista e suas funções

Os brigadistas devem ser pessoas da própria empresa, gozar de boa saúde, boa condição física e conhecer as instalações.

Deve ser treinado para ser capaz de identificar situações de emergência, acionar alarme e corpo de bombeiros, cortar energia quando necessário, realizar primeiros socorros.

Buscar controlar pânico, guiar a saída das pessoas para abandono da área, combater princípios de incêndio.

O treinamento é requisito indispensável para que seja aprovado autos de vistoria do Corpo de Bombeiros e deve ter periodicidade anual.

Uma das irregularidades frequentes encontradas nas dependências das empresas com relação à prevenção contra incêndios diz respeito às saídas de emergências. A lei diz:

Nenhuma porta de entrada, ou saída, ou de emergência de um estabelecimento ou local de trabalho, deverá ser fechada a chave, aferrolhada ou presa durante as horas de trabalho.

Durante as horas de trabalho, poderão ser fechadas com dispositivos de segurança, que permitam a qualquer pessoa abri-las facilmente […]

A Norma Regulamentadora NR 32

A NR 23 orienta sobre a proteção contra incêndios e diz que Todas as empresas deverão possuir:
a) Proteção contra incêndio;
b) Saídas suficientes para a rápida retirada do pessoal em serviço, em caso de incêndio;
c) Equipamento suficiente para combater o fogo em seu início;
d) Pessoas adestradas no uso correto desses equipamentos.

Brigadistas que atuam nos estabelecimentos de saúde

Considero muito importante a criação deste grupo em todas as empresas, em casos de estabelecimentos de saúde, a responsabilidade é ainda maior.

Nestes Locais as pessoas que precisam ser retiradas do ambiente na eventual ocorrência de fogo, estão em situação atípica, acamados, debilitados, colaborando para aumentar a dificuldade de evacuação do recinto.

Por isso, o treinamento deve ser mais direcionado e reforçado para os brigadistas atuarem nestes condições.

Todos os anos no hospital realizamos treinamentos, para os brigadistas que já existem e formamos sempre novas equipes.

Corpo de bombeiros sempre prontos para ajudar

Temos o incondicional apoio do corpo de bombeiros, uma equipe sempre pronta para colaborar.

brigada-de-incendio.gifSe na sua empresa for necessário realizar este treinamento, entrem em contato com a corporação de bombeiros de sua cidade, eles oferecerem o treinamento.

São sempre muito atenciosos e prontos para colaborar com as empresas na formação de seus brigadistas.

As normas determinam que as empresas devem ter planos contra incêndios, saídas de emergência, extintores e outros equipamentos de proteção.

Pessoas da equipe precisam estar capacitadas e prontas para atuar

Mas de nada adiantará este aparato, se a empresa não contar com pessoas capacitadas e prontas para guiar os colegas de trabalho para as saídas.

Precisam saber lidar com os extintores, qual deles usar para cada caso de incêndio, sendo assim é extremamente importante que se crie a brigada de incêndio em todas as empresas e que sejam devidamente treinadas.

Só assim poderá contar com pessoas preparadas e aptas para agir em caso de inícios de incêndios.

Em todos os estabelecimentos ou locais de trabalho só devem ser utilizados extintores de incêndio que obedeçam às normas brasileiras ou regulamentos técnicos do INMETRO […]

Todas as medidas tomadas para proteção contra incêndios no ambiente de trabalho são importantes e devem ser implementadas para que se por acaso acontecer o sinistro, os resultados sejam amenizados pelas ações que foram tomadas preventivamente.